Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

3 estratégias para superar o fracasso e liderar com sucesso

Amanda Biasioli

Texto escrito por Dr. Timothy J. Giardino, que é vice-presidente de recursos humanos da Cantata Health e da Meta Healthcare IT Solutions.

Como muitas pessoas, eu sempre fui cativado pelo tópico da liderança. Além de vivê-lo por duas décadas durante meu serviço no Exército dos EUA, continuei a estudá-lo por meio de meus programas de pós-graduação e doutorado por causa do impacto da liderança na vida pessoal e profissional das pessoas. Eu o vivi e o estudei porque sempre acreditei que, quando se combina experiência com conhecimento, se produz sabedoria.

A sabedoria, como a liderança, é repleta de subjetividade e permite opiniões muito diferenciadas sobre o assunto. Consequentemente, não faltam lições aprendidas extrapoladas após as falhas de liderança, mas, depois de tantos anos no cargo, ficaria grato por saber como liderar o fracasso - e não apenas evitá-lo.

Muitos tópicos formais de desenvolvimento de liderança se concentram em evitar o fracasso, mas poucos preparam os líderes sobre como liderar com sucesso o caminho. E, no entanto, nenhum líder que eu já conheci pode se orgulhar de ter uma taxa de sucesso de 100%, portanto, o fato é que todos os líderes sofrerão algum tipo de falha por causa de seu mandato - e alguns mais que outros.

Em um esforço para esperar o melhor, mas planejar o pior, aqui estão três maneiras de liderar sua equipe e a si mesmo através do fracasso:

1. Lidere com positividade

Poucas coisas são tão impactantes para os seguidores quanto um líder que aplica otimismo autêntico ao liderar pelo fracasso. As atitudes são contagiosas, os líderes precisam dar o exemplo, abraçando a realidade da situação e empurrando outras pessoas através das dificuldades com uma atitude positiva.

A chave aqui é reconhecer o fracasso, colocá-lo em perspectiva, oferecer uma visão entusiástica que motive a equipe a encontrar um caminho para o sucesso e fazer com que a equipe avance novamente para evitar que se atolem pelo fracasso. Fazer isso aumentará a confiança e a credibilidade da equipe. A linha inferior não importa o quão ruim a falha seja na época, ela sempre poderia ter sido pior.

2. Liderare com propriedade

Esta é uma lição difícil para qualquer líder aprender: Os líderes podem delegar autoridade, mas não responsabilidade. Sempre que uma equipe obtém sucesso, os membros da equipe recebem o crédito. Quando falha, o líder deve ser o dono. Há várias razões pelas quais é crucial que o líder tome posse, mas, ao liderar o fracasso, serve a um propósito específico: remover barreiras tóxicas ao desempenho, transferindo a culpa da equipe (ou membro individual da equipe) para o líder. Isso concentra o tempo e a energia da equipe no desenvolvimento de soluções, em vez de desperdiçá-la no jogo da culpa.

A chave aqui é impedir que a equipe se auto destrua e torne as coisas piores. Não haverá escassez de emoções poderosas - raiva, frustração, decepção etc. Esses sentimentos potentes rapidamente dividirão a equipe se o líder não os manter focados na solução do problema, em vez de justificar a causa. Além disso, fazer com que a equipe saiba que seu líder está lá para apoiá-los quando eles falham é inestimável para a construção de respeito, fidelidade e seguidores.

3. Lidere com a aprendizagem

Apesar da percepção social e da crença popular, o fracasso é comum e faz parte da vida cotidiana. O importante é aproveitar esses momentos aprendendo com cada erro e impedindo que isso aconteça novamente no futuro. Como diz o velho ditado, não se pode resolver o problema aplicando o mesmo pensamento que o criou; portanto, identifique como ocorreu a falha, análise maneiras de desfazer ou salvar o erro, escolha o melhor caminho a seguir e comunique o caminho a seguir. Em muitos casos, as falhas podem ser exploradas em busca de oportunidades, mas a maior prioridade é expiar a falha, eliminando ou mitigando qualquer dano causado por ela.

A chave aqui é adotar uma atitude de aprendizado em relação ao fracasso que ajudará a informar decisões futuras. Algumas falhas são mais impactantes que outras, mas assumir riscos calculados é um princípio de grande liderança que geralmente leva a grandes vitórias. Quando isso não acontecer, forneça orientação à equipe sobre como não apenas aprender com isso, mas também se recuperar. Por fim, não tenha medo de compartilhar as lições aprendidas com outras pessoas da organização. Isso irá instigar a resiliência e pensamento criativo e moldará os líderes atuais e futuros do processo.

Em resumo, liderar através do fracasso pode ser assustador - mas não precisa ser. Se você se encontrar nessa situação, lembre-se: Lidere com uma atitude positiva, abraçando o fracasso e oferecendo um caminho otimista para o sucesso. Lidere com propriedade assumindo a responsabilidade pela falha e capacitando a equipe a se concentrar na criação de soluções. E conduza com a aprendizagem, entendendo o que deu errado e o que pode ser aprendido com ela no presente e no futuro.

https://www.forbes.com/sites/forbeshumanresourcescouncil/2018/12/10/three-strategies-to-successfully-lead-through-failure/#1ee426ae43f4

Topics: Gestão de pessoas

Nova call to action

Conteúdo exclusivo sobre RH! Inscreva-se:

Últimos Posts