Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

5 dinâmicas de grupo criativas para aplicar no Recrutamento e Seleção

Renan Macrini

O que a sua empresa tem feito para contratar os melhores talentos do mercado? Muitas estão investindo em processos de seleção que buscam a assertividade e a identificação de perfis comportamentais, valores e fit cultural. Hoje em dia não adianta ter só diplomas “na parede”, é preciso mostrar inteligência emocional e afinidade cultural para que um candidato seja aprovado para uma entrevista presencial, em grupo ou por vídeo.

A dinâmica em grupo é uma das ferramentas poderosas que os recrutadores estão usando para confirmar o perfil do profissional, identificar o seu formato de pensar e como ele age diante aos problemas do cotidiano de trabalho. O funcionário não pode mais só entregar resultados. Ele deve entregar resultados agindo de acordo com a cultura organizacional.

Você está planejando adotar essa ferramenta no seu processo seletivo? Então saiba como tirar o máximo proveito dela, observando pontos importantes e conhecer 5 dinâmicas em grupo criativas para você aplicar.

O que é dinâmica de grupo e qual a sua importância?

A dinâmica em grupo é uma atividade que incentiva o engajamento e a colaboração de um grupo de pessoas rumo a um objetivo comum. Quando trazemos o conceito para a área de recrutamento e seleção, essa atividade se torna monitorada por profissionais da área de RH que buscam identificar perfis comportamentais dentro do grupo atuante.

A tecnologia já vem ajudando neste quesito. As plataformas inteligentes de R&S já estão aplicando a inteligência de dados para identificar, selecionar e ranquear os candidatos que tenham o perfil mais adequado com o que a empresa procura para o momento.

As dinâmicas em grupo têm papel fundamental na nova estratégia de contratação que já vem sendo comprovada como eficiente dentro do mundo corporativo: a contratação pelo fit cultural. Isso significa que além de todos os conhecimentos técnicos, também são analisados outros pontos como: cultura, crenças, valores, atitudes, pensamentos críticos, perfil comportamental. Quando contratamos com base no fit cultural, vemos as taxas de turnover caírem e a produtividade e o engajamento das equipes aumentarem.

O que deve ser analisado durante uma dinâmica de grupo?

Um estudo da Universidade de Nova York, em 2019, constatou que pessoas naturalmente sintonizadas com as emoções das outras são capazes de julgar melhor o desempenho de pequenos grupos. Isso prova a importância de contratar indo muito além das habilidades técnicas dos profissionais. As características comportamentais e emocionais de forma harmônica somadas aos conhecimentos técnicos são o que formam as equipes de alta performance.

Quando esses candidatos são chamados e desafiados através de uma dinâmica em grupo, é possível analisar na prática os soft skills, a capacidade comportamental, as competências emocionais e subjetivas. Veja alguns pontos que podem ser analisados através de uma dinâmica em grupo:

  • Senso de liderança;
  • Habilidades de comunicação;
  • Inteligência emocional;
  • Sensibilidade social;
  • Capacidade de trabalhar sob pressão;
  •  Pensamento crítico;
  • Resistência mental;
  •  Criatividade
  • Trabalho em equipe;
  • Ética;
  • Resiliência.

Queremos dar destaques especiais para alguns pontos específicos desta lista. O primeiro é a sensibilidade social, que é a proficiência de um indivíduo em identificar, perceber e entender contextos nas interações sociais. Além disso, é também sobre ser socialmente respeitoso com o próximo. Quem é sensível socialmente é mais agradável e bem-sucedido em todos os relacionamentos. Analisar a sensibilidade social é muito importante para cargos de trabalho que exigem alta colaboração, por exemplo.

O segundo destaque vai para o comportamento diante a um trabalho em equipe. Fique atento em quem está liderando uma discussão em grupo, quem está atrasando ou trancando o desenvolvimento do trabalho, quem está contribuindo com ideias, quem está correndo riscos, etc.

Escolha dinâmicas que possam mostrar o que é importante para aquele cargo ou que lhe possibilite identificar o encaixe dos candidatos com a cultura da empresa.

Nova call to action

5 dinâmicas de grupo criativas para aplicar no Recrutamento e Seleção

A seguir seguem algumas dinâmicas criativas que revelam diferentes qualidades e softskills. Adapte de acordo com as ferramentas disponíveis e com a cultura organizacional.

1. Engarrafamento

Se você procura resiliência e resistência mental, essa pode ser a dinâmica criativa perfeita.

O exercício do engarrafamento é uma excelente maneira de avaliar como os candidatos reagem à falha e como eles abordam o mesmo problema novamente após uma tentativa malsucedida. Você também pode observar suas habilidades de comunicação e o quão bem eles cooperam com seus colegas de equipe.

  • Recursos Necessários: Cones / marcadores de piso
  • Tamanho do grupo: 8 a 12 participantes. Não mais que 20 (apenas números pares)
  • Tempo necessário: 55 minutos
  • Como executar a atividade:
    • Divida os participantes em dois grupos menores (Lado A e B).
    • Ambos os grupos devem alinhar verticalmente (um atrás do outro) com A voltado para B e vice-versa.
    • Todos devem ter um cone ao lado deles, com um espaço livre no centro, separando os dois lados.
    • O objetivo do jogo é colocar o lado A no lado B e o lado B no lado A, todos voltados para a frente.
    • Ordem Inicial: ABCD - 1 2 3 4
    • Pedido Final: 1 2 3 4 - ABCD
  • Regras da atividade:
    • Não há como recuar.
    • Uma pessoa só pode avançar para um espaço vazio.
    • Uma pessoa não pode “pular” seu próprio companheiro de equipe.
    • Apenas uma pessoa pode se mover de cada vez.
    • Um local por pessoa, sem compartilhamento.
    • Se alguma dessas regras for violada, o grupo deverá começar novamente.

2. Proteja o ovo

Se uma das características fortes que o candidato precisa apresentar é criatividade, experimente essa dinâmica.

 

Na dinâmica em grupo criativa para proteger o ovo, os candidatos têm a tarefa de construir uma caixa feita com materiais alternativos que podem proteger um ovo quando ele é derrubado de uma altura. Isso permite que você veja como os candidatos podem ser criativos para resolver problemas com recursos limitados.

  • Recursos Necessários:
    • Sucata (materiais das mais diversas origens):
    • Jornais antigos;
    • Tesouras;
    • Papel;
    • Canetas ;
    • Fita colante;
    • Fita cassete;
    • Entre outros materiais;
    • Ovos.
  • Tamanho do grupo: 8 a 50.
  • Tempo Necessário: 60 minutos
  • Como executar essa atividade:
    • Divida o grupo em equipes menores.
    • Introduzir a atividade: Cada equipe deve construir uma caixa para proteger um ovo quando cair de uma altura.
    • Forneça às equipes a mesma quantidade de sucata e aloque dez minutos para as equipes planejarem e projetarem seus casos. Durante esse período, eles não têm permissão para construir.
    • Depois de planejar seu projeto, dê um ovo a cada grupo e deixe-os começar a construir seu caso. Se uma equipe quebra seu ovo, ela é automaticamente desqualificada da atividade.
  • Regras da atividade:
    • Somente os recursos fornecidos podem ser usados ​​para a construção.
    • Os membros da equipe não podem interferir na criação de outra equipe.

3. Saia da ilha

Se você está buscando um líder, aplique essa dinâmica.

A dinâmica em grupo da ilha mostrará a capacidade de liderar dos candidatos e como a equipe reage quando muitos querem ser os líderes ao mesmo tempo.

  • Recursos necessários: 2 tapetes do mesmo tamanho, que caiba até 10 pessoas em cima
  • Tamanho do grupo: até 20 pessoas
  • ·Tempo de atividade: 50 minutos total
  • Como executar a atividade:
    • Precisará dividir o grupo em 2 e colocá-los em cima de cada tapete.
    • Você irá informar os candidatos que ali é uma ilha e tudo que está em volta é mar.
    • Diga os recursos que eles têm disponíveis na ilha: você pode adaptar a cada dinâmica, oferecendo mais ou menos recursos para analisar a liderança e o poder de adaptação das equipes.
    • O objetivo é pensar em estratégias para sair dali.
  • Regras da atividade:
    • A equipe deve interagir por 20 minutos entre eles.
    • Cada equipe que deve definir, consciente ou inconscientemente o líder.
    • Depois do tempo acabado, colete as estratégias de cada equipe. É importante que uma equipe seja retirada da sala enquanto a outra compartilha suas ideias para que não haja influência.
    • Coloque novamente as equipes na mesma sala e compartilhe as estratégias dos dois grupos, apontando as diferenças de pensar de cada equipe.
    • Não existe estratégia certa ou errada.

Durante essa dinâmica você como recrutador deve perceber se alguém se tornou líder, se a equipe respeitou o papel do líder e se houve líderes informais que foram fundamentais para a criação da estratégia.

4. O seu problema também é meu

Essa dinâmica é muito útil para perceber características como empatia e soluções de problemas usando criatividade e pensamento rápido.

  • Recursos necessários: post-it e canetas iguais.
  • Tamanho do grupo: até 30 pessoas.
  • Tempo de atividade: varia de acordo com o número de pessoas. Se forem 30, pode levar até 45 minutos.
  • Como executar a atividade:
    • Peça para que cada pessoa do grupo escreva um problema que tem e que não costuma revelar a ninguém e que ainda não sabe como resolver.
    • Depois será colocado em uma caixa todos os papéis e será definida uma ordem para que cada participante vá até a caixa, leia o problema como se fosse seu e encontre uma solução adequada para a questão.

Você também pode perceber as habilidades de comunicação e de estrutura de fala, observando se o candidato consegue expor seus pensamentos de forma rápida em um diálogo e linguagem onde o grupo inteiro compreenda. Outro ponto de análise é a forma como ele estrutura seus pensamentos na hora de expor a sua opinião sobre determinado assunto.

5. Planejamento de uma viagem terrestre em família

Nesta dinâmica você perceberá as características de planejamento, análise e riscos que cada participante tem. É importante que os recrutadores estejam atentos durante toda a dinâmica para identificar esses pontos, sem se importar muito com o resultado final.

  • Recursos necessários: mapas identificando ponto de saída e de chegada. Os grupos devem ter o mesmo mapa e instruções. Papel, caneta.
  • Tamanho do grupo: é ideal para grupos pequenos, de até 5 pessoas cada grupo.
  • Tempo de atividade: 50 minutos.
  • Como executar essa atividade:
    • Cada grupo deve receber uma lista do que eles têm para a viagem. Isso inclui: quantidade de dinheiro, tipo de carro, tamanho do tanque de combustível, km por litro, preço do combustível, número de pessoas na família, preço de hotéis ao longo do caminho e tempo de viagem entre as cidades.
    • Inclua qualquer outra informação que você julgue importante para realizar esse planejamento. Você pode colocar todos esses dados dentro de uma história contada, para dificultar a identificação de todos os dados conhecidos. É preciso atenção, interpretação de texto e ser um ótimo planejador.
    • A equipe deve colocar no papel, com o maior número de detalhes possível, os planos de viagem, relatando gastos. O grupo não pode ficar sem dinheiro e sem gasolina.
    • O objetivo é que eles cheguem ao destino final em um menor tempo possível e com mais recursos financeiros possíveis.

É possível analisar quem de fato participa do planejamento com ideias e não apenas concorda com a ideia dos outros. A rapidez de planejamento mesmo sob pressão de tempo e a forma de pensar de cada candidato ou grupo devem ser analisadas.

Como reduzir em até 90% o tempo gasto no agendamento das dinâmicas em grupo?

Se você chegou até aqui, já tem a consciência do quanto as dinâmicas em grupo são importantes para contratações mais assertivas e eficientes. Entretanto, o que você deve estar se perguntando é quanto tempo você vai perder até agendar com todos os participantes uma dinâmica. É aí que a tecnologia entra em ação.

Com uma plataforma de recrutamento e seleção inteligente essa etapa de agendamento pode ser feita de forma automática, através de poucos cliques. Uma vez que o candidato é selecionado durante a triagem automática de currículos, o sistema envia os horários disponíveis para as dinâmicas em grupo e horários individuais. Os candidatos recebem as notificações e aceitam os horários conforme a agenda deles ou recusam a participação no processo seletivo.

O reagendamento também é permitido, sempre por meio da plataforma, dispensando a necessidade de o candidato entrar em contato via telefone ou e-mail com o recrutador. Ou seja, todas as informações sobre aquele processo seletivo ficam unificadas e centralizadas na plataforma. O sistema oferece uma visão sistêmica de cada processo em andamento.

A plataforma do TAQE exclui a necessidade de envio de e-mails de forma manual e as horas desperdiçadas nas tentativas de contato via telefone, o que pode ser tornar um verdadeiro gargalo para a área de R&S. Veja alguns benefícios de utilizar a tecnologia a seu favor na hora de realizar um processo seletivo na sua empresa:

  • Aumenta a eficiência do processo como um todo;
  • Elimina a tarefa de agendar entrevistas de forma manual, o que custa tempo e corre o risco de ter erro humano;
  • Aumenta a margem de recrutamento;
  •  Mantém os candidatos engajados, pois o processo inteiro é ágil.
  •  Em adicional, todo o processo de contratação é realizado através do fit cultural, encontrando os matches perfeitos levando em consideração todos os critérios de seleção definidos pelo RH da empresa.

Para saber mais sobre como a tecnologia está sendo usada nos processos de Recrutamento e Seleção, acesse esse artigo completo.

Conclusão

Uma entrevista presencial se torna mais objetiva quando os recrutadores usam alguma dinâmica em grupo para analisar o comportamento e a inteligência emocional dos candidatos. Entretanto, para contratar o melhor talento, é preciso que ele esteja entre um dos escolhidos para participar das etapas presenciais do processo seletivo.

Para evitar o famoso gargalo na hora da triagem e análise de currículos, a tecnologia tem papel fundamental. Há um caminho a ser percorrido antes de encontrar os melhores talentos: o processo de seleção, que deve coletar dados relevantes de todos os candidatos, analisar habilidades técnicas sem deixar de lado os critérios de seleção que envolvem o perfil comportamental e o fit cultural de cada candidato.

As dinâmicas em grupo devem ser usadas para escolher o melhor candidatos entre os melhores já selecionados e triados pela tecnologia através da inteligência de dados, algoritmos e metodologias eficazes de coleta de dados, como a gamificação, por exemplo. Essa estratégia de R&S pode contribuir muito inclusive na contratação de cargos operacionais.

 Que tal juntos darmos início a essa estratégia de recrutamento e seleção inteligente, baseado no fit cultural, colocando em prática dinâmicas em grupo? Quando essa metodologia estiver enraizada na sua cultura organizacional, a sua empresa terá melhores resultados nos indicadores de RH, mais produtividade entre as equipes, retenção de talentos e fortalecimento do employer branding e employee experience.

Agende uma demonstração gratuita com o TAQE para você entender na prática como funciona uma plataforma de recrutamento e seleção inteligente.

 

Topics: Recrutamento e seleção

Nova call to action

Conteúdo exclusivo sobre RH! Inscreva-se:

Últimos Posts