Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

5 lições da pandemia sobre o valor do RH

Renan Macrini

Desde a pandemia, o RH está em destaque. Existem algumas características dos departamentos de recursos humanos que criaram um valor extraordinário - a saber, a capacidade do RH de liderar e agir com agilidade. Os aprendizados compartilhados abaixo são baseados em observações em uma organização muito centrada nas pessoas e em respostas das funções de RH em várias empresas.

O "humano" em recursos humanos se intensifica

O conceito de ser humano não é preto e branco, mas muito cinzento, e requer a confirmação da sabedoria, experiência e julgamento que fazemos em nossas vidas diárias. A relação entre o bem-estar de um funcionário e o bem-estar da organização é mais circular do que linear. É interligado, codependente.

O maior valor do RH está em ajudar a liderança a tomar as decisões mais equilibradas, empáticas e gentis que proporcionam o bem-estar da equipe e da empresa. Podemos nos dar ao luxo de ser 100% remotos e ainda assim ser eficazes? Se não pudermos, o que isso fará com nosso pessoal e nossa organização? Com que rapidez podemos transformar a maneira como prestamos serviços, bens e valor? Qual é o impacto social dessas decisões? As respostas para as perguntas que identificam o caminho permanecem próximas da missão da organização - para algumas, é claro; para alguns não. O nível certo de parceria do RH ajuda a impulsionar o equilíbrio necessário.

As habilidades de agilidade e gerenciamento de mudanças são essenciais

O gerenciamento de mudanças tem sido uma habilidade essencial e um item obrigatório para o valor do RH. A agilidade está se tornando cada vez mais associada ao RH - entre outras coisas, preocupa-se com o tempo em que você pode trazer mudanças comportamentais nas pessoas e manter o hábito de se adaptar às mudanças. As organizações com visões rígidas sobre como o trabalho é realizado tiveram que repensar como fazê-lo de maneira diferente, virtualmente e com várias distrações.

O valor do RH está em garantir constantemente que as organizações tenham as políticas, procedimentos, comunicações, processos adequados para fazer essa mudança. As funções de RH que possuem uma estratégia definida de gerenciamento de mudanças estão cinco etapas à frente e já estão pensando em comunicações, treinamento, riscos, impactos e muito mais, porque é de sua natureza vincular o gerenciamento de mudanças comportamentais a todas as iniciativas. A agilidade de um negócio para transformar pode depender de muitos fatores, incluindo investimento em tecnologia e protocolos internos na tomada de decisões, mas em todas essas decisões, uma função ágil de RH é o catalisador para fechar essas lacunas.

Dados flexíveis são seu melhor amigo

Não há dúvida de que o RH é impactante se houver boas métricas de pessoas. Em situações sem precedentes como a pandemia, o acesso a vários tipos flexíveis de dados de funcionários se torna crítico. A maioria das organizações possui dados básicos, como número de funcionários, remuneração, histórico de trabalhos etc., prontamente disponíveis. No entanto, quando as necessidades de negócios mudam rapidamente, o mesmo ocorre com a ferocidade da necessidade de dados relevantes sobre pessoas.

Algumas métricas únicas de pessoas que antes não eram necessárias se tornaram imperativas e continuam a ser o cartão mágico que pode abrir portas. Em quanto tempo o RH poderá disponibilizar dados relevantes de pessoas de uma maneira que conduza decisões de negócios críticas - e, em alguns casos, que alteram a vida - são o que realmente importa. Mais importante ainda, existem processos, sistemas e pessoas no local para perceber quais dados serão necessários e como obtê-los na velocidade da luz

Funções fortes de RH possuem armazéns de dados e sistemas progressivos que fornecem não apenas métricas de RH práticas, mas também análises preditivas que podem ser alteradas e manipuladas para atender às necessidades de negócios em constante mudança.

Identifique o que é importante, mas não urgente, e garanta que isso seja feito

Passamos a maior parte do tempo lidando com questões urgentes e importantes, e a pandemia forçou essa categorização quase automaticamente. No entanto, é importante não perdermos de vista coisas que não parecem urgentes, mas que são muito importantes. Gerenciamento de desempenho, desenvolvimento de liderança e diversidade e inclusão são algumas coisas que pertencem a essa categoria.

Pense na coisa mais importante que você decidiu fazer este ano antes de todos os nossos mundos mudarem. Caso contrário, que impacto poderia ter a longo prazo? Para o RH, é importante comunicar efetivamente o valor dessas tarefas e não ficar míope na maneira como lidamos com as questões das pessoas. No final do dia, sairemos dessa crise e precisaremos distinguir a marca de emprego. As empresas que não precisam começar tudo de novo terão a vantagem competitiva.

  1. Esta é uma oportunidade para reforçar os principais valores em ação

Os valores essenciais podem diferir e as empresas podem priorizar ou definir valores de maneira diferente. É muito importante que o RH garanta que a resposta do negócio reflita esses valores. Se valorizamos as comunicações, os funcionários estão obtendo os detalhes e o nível corretos de comunicação? Se valorizamos a formação de equipes, os grupos estão se sentindo como uma equipe forte sem ficar cara a cara? Se valorizamos a integridade, como capacitamos os funcionários quando trabalham virtualmente? Se nossos valores principais mencionam que nos preocupamos com o nosso pessoal, os gerentes e líderes estão realmente demonstrando carinho pelo seu pessoal?

Todas essas são questões importantes que o RH deve fazer e incentivar os negócios a pensar diariamente. É uma oportunidade para o RH colocar em ação a cultura desejada. Como o RH ajuda a organização nessa situação se tornará a cultura e a forragem para nossos valores fundamentais.

Embora essa crise tenha abalado o terreno, acredito realmente que não nos impede de fazer o que buscamos como líderes de RH: atrair o melhor, desenvolver potencial e reter valor. O objetivo é procurar oportunidades e, o mais importante, acreditar o que essa pandemia esteja tornando líderes de RH mais gentis e mais empáticos.

fonte: forbes.com

Topics: Recursos Humanos, Gestão de pessoas

Nova call to action

Conteúdo exclusivo sobre RH! Inscreva-se:

Últimos Posts