Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

A comunicação será mais importante do que os ajustes de política enquanto a pandemia continua

Marcelo Marcondes - Atração de Candidatos

Especialistas em doenças infecciosas previram que os casos de Covid-19 aumentariam à medida que avançávamos nos meses de inverno e, com o aumento dos casos em todo o país, as organizações precisam se preparar para o que está sendo chamado de segunda (ou terceira) onda de coronavírus.

Para os departamentos de RH, isso vem com seu próprio conjunto de complicações. Muitas empresas expandiram seus benefícios e ajustaram suas políticas para apoiar os pais que trabalham na tentativa de equilibrar seus empregos e cuidados infantis. Boas e necessárias, essas mudanças causaram alguma reação de funcionários não-pais, que sentiram que suas necessidades estavam sendo ignoradas e desvalorizadas.

Essa controvérsia destacou uma dinâmica importante da vida de escritório do século 21: todos esperam que suas necessidades sejam reconhecidas e atendidas. As empresas não podem apenas expandir os benefícios para um segmento de seus funcionários sem explicar exatamente por que isso ajuda toda a empresa. A comunicação é tão importante quanto os ajustes de política.

Por que ajudar os pais ajuda a todos?

Os pais com filhos mais novos costumam ter cerca de uma década ou mais em suas carreiras. Eles são gerentes, responsáveis ​​pelo moral e mantêm os trens funcionando no horário. Seu estado de espírito afeta todos com quem trabalham durante o dia.

Os departamentos de RH precisam concentrar sua narrativa não apenas na empatia, mas no impacto que a situação dos pais tem em cada indivíduo e em seu desenvolvimento pessoal. Os pais que ganham mais flexibilidade durante a jornada de trabalho têm mais tempo, mesmo que seja um horário diferente, para pensar nas necessidades de sua equipe. Em última análise, isso é positivo para todos.

Amplie as vantagens

Se as empresas não desejam criar um ambiente tóxico entre pais e não pais, a primeira etapa é parar de categorizar. Funcionários sem filhos podem não ter que se preocupar com a educação em casa, mas eles têm suas próprias lutas.

Muitos deles estão isolados há meses, sem poder ver amigos e familiares. Isso custa um tributo mental, assim como ensinar matemática na segunda série entre as ligações do Zoom. Mesmo que seja apenas para este período de crise, amplie suas vantagens. Dê a todos uma folga prolongada. Permita que todos os funcionários construam seus próprios dias, mesmo que seja fora do horário tradicional das nove às cinco.

Oferece plataformas online para aulas particulares e assistência com o dever de casa, mas também para assistência ao estilo de vida. Algumas empresas começaram a pagar por coisas como Uber Eats e serviços de limpeza. Abrir o acesso a programas ajuda a construir comunidade e inclusão, ao mesmo tempo que remove designações que podem levar ao clã e ressentimento.

Uma cultura de comunicação

Acima de tudo, a comunicação e a narrativa claras e concisas continuam a ser vitais. Os departamentos de RH devem falar sobre todo o espectro do impacto desta crise.

Histórias pessoais sobre pais tentando manter as coisas juntas podem ajudar a construir empatia na comunidade. Explicar em detalhes como os benefícios ampliados podem ajudar aqueles que estão se sentindo isolados e deprimidos pode oferecer aos pais esgotados algumas dicas sobre o que está acontecendo com os outros. Todos estão lutando à sua maneira agora. É importante que isso seja aceito e respeitado.

Uma força de trabalho diversificada com uma infinidade de maneiras diferentes de pensar é um diferencial de negócios. Uma mistura de pais e não pais faz parte dessa equação. As empresas ficam mais fortes quando podem apoiar essas perspectivas. Mas, como testemunhamos de outras empresas durante o verão, é uma linha delicada caminhar entre apoiar diferentes grupos de funcionários e garantir que ninguém se sinta negligenciado, especialmente durante uma crise.

Empatia, inclusão e comunicação ajudam muito na construção de uma cultura produtiva e de apoio que pode ajudar as empresas a enfrentar qualquer tempestade.

https://www.forbes.com/sites/forbeshumanresourcescouncil/2020/12/02/communication-will-be-more-important-than-policy-adjustments-as-the-pandemic-continues/?sh=414105b77ffb



Topics: Gestão de pessoas

Nova call to action