Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

Avaliação de desempenho: 6 indicadores para medir performance

Amanda Biasioli

Não podemos falar em gestão de pessoas sem citar a avaliação de desempenho. O mundo corporativo está em constante mudanças e é preciso agir rápido em melhorias e no desenvolvimento da equipe que construímos. Uma empresa só tem sucesso se tem uma equipe com ótima performance trabalhando em prol dos objetivos organizacionais.

Conheça mais detalhes os tipos de avaliação de desempenho, os indicadores de performance e tenha acesso a cases de sucessos de empresas que aplicam as ferramentas de acordo com a realidade empresarial.

O que é avaliação de desempenho?

É uma ferramenta utilizada pela área de gestão de pessoas que tem como objetivo mensurar a performance e o desenvolvimento dos colaboradores baseados nas suas responsabilidades profissionais.  Além disso, ela pode auxiliar na avaliação do clima organizacional, no mapeamento dos perfis dos funcionários, identificação dos pontos de melhoria no desempenho dos colaboradores.

A avaliação de desempenho é importante tanto para as empresas quanto para os funcionários e as áreas onde eles atuam. Essa ferramenta oferece informações relevantes para uma melhor gestão estratégica da organização e um feedback em relação à performance de cada colaborador, reconhecendo e valorizando os integrantes da equipe.

Como realizar uma avaliação de desempenho?

A área de gestão de pessoas define qual é a periodicidade que a avaliação de desempenho deve acontecer. Normalmente ela acontece a cada trimestre ou semestre e, em avaliações mais completas, anualmente.

O mercado de trabalho já vem se modificando há algumas décadas e, atualmente, somente alcançar metas não faz do colaborador um modelo exemplar. O perfil comportamental tem papel tão ou mais importante quanto o conhecimento técnico e as habilidades de um funcionário. Por isso, a avaliação de desempenho também trilhou rumo a este conceito.

Para conduzir o processo de implementação de avaliação de desempenho dentro de uma organização, há alguns passos básicos que devem ser seguidos para que a empresa consiga coletar resultados que tenham relevância para gestão estratégica. Veja:

Defina as responsabilidades e funções

Como avaliar algo se não se tem certeza de quais são as tarefas, atividades e responsabilidades de cada um? Se a sua empresa ainda não possui esses papéis definidos, essa é a hora de se sentar e iniciar uma conversa transparente esclarecendo as expectativas de entregas e alinhando os valores da empresa com os integrantes da sua equipe.

Defina o método da avaliação de desempenho

Há inúmeros métodos que podem ser utilizados. Não existe certo ou errado, vai depender quais deles irão ajudar os gestores e o time de Recursos Humanos a atingir melhores resultados. Essa é uma etapa extremamente importante, pois é a forma como avaliar o desempenho que irá definir o sucesso dessa implementação quando pensamos em resultados a longo prazo. Falaremos sobre alguns métodos mais adiante.

Informe quais serão os indicadores de avaliação

Quanto mais indicadores você medir, mais completa será a avaliação e mais dados relevantes em relação a sua equipe a sua empresa terá. Como exemplo de fatores de avalição podemos citar: competências, produtividade, comportamento alinhado aos valores da empresa, habilidades técnicas, etc.

Para lhe ajudar a entender na prática, vamos unir alguns tipos de avaliação de desempenho para exemplificar como fazer o cruzamento de metas com uma avaliação comportamental.

Uma avaliação de metas é composta por todos os resultados esperados para aquele colaborador em um determinado período. Essas metas podem ser divididas em:

  • Corporativas – como ele atuou dentro da equipe para o alcance das metas e objetivos da empresa ou do time.
  • Individuais – atuação para alcance de metas que dependiam somente do esforço e trabalho individual.

Em paralelo, é necessário identificar se o colaborador está batendo suas metas sem ferir a cultura da empresa, para isso pode ser feita uma avaliação de valores ou uma avaliação de competências.

Para isso, podemos aplicar os seguintes tipos de avaliação:

  • Autoavaliação: onde o próprio colaborador se avalia em relação aos pontos fortes e fracos que apresentou durante o período.
  • Avaliação 360º: pede-se feedback para colaboradores de diferentes níveis como gestor, seus pares, clientes e seus subordinados.

Quando, de forma estratégica, esses resultados são cruzados, a empresa consegue identificar como está o equilíbrio entre o atingimento de meta e a aderência à cultura da empresa, apontando pontos fortes e pontos de melhoria daquele colaborador.

5 tipos de avaliação de desempenho

Quando se usa apenas um tipo de avaliação, normalmente, são coletadas informações unilaterais. É sempre indicado utilizar a combinação de dois ou mais métodos para obter insights de diferentes perspectivas, formando uma decisão imparcial, justa e centrada no desempenho e no comportamento do colaborador.

Veja os 5 principais tipos de avaliação de desempenho que podem ser implementados de forma combinada pela área de gestão de pessoas dentro da organização.

Autoavaliação

O colaborador é convidado a responder um questionário (de múltipla escolha ou com perguntas abertas, por exemplo) sobre o que ele acha sobre a própria atuação durante o período em que está sendo avaliado. É um momento de pura reflexão, onde o colaborador é questionado sobre seus pontos fortes e pontos que podem melhorar, o seu papel como parte da equipe e o seu comportamento perante a cultura organizacional.

O gerente deste funcionário também responde ao questionário avaliando o seu subordinado. Os resultados são analisados, comparados e discutidos. Quando o próprio colaborador reconhece seus pontos fracos que merecem atenção especial, o processo de crescimento e desenvolvimento desta habilidade ou comportamento se torna mais rápido e efetivo.

É importante manter o nível de transparência dos resultados da autoavaliação e da avaliação do supervisor. Isso melhora a confiança e fortalece a relação entre líderes e suas equipes.

Avaliação 360º

Assim como o nome indica, o 360 destina-se a fornecer um círculo completo (360º graus) de feedback de um amplo conjunto de perspectivas e pontos de vista. Esse é um método bastante eficaz, pois o colaborador é avaliado por diferentes pessoas dentro da organização, como por exemplo: colegas de trabalho com a mesma função, clientes, fornecedores, líder (imediato) e os líderes de outras áreas, subordinados (caso houver).

A avaliação 360º é rica em detalhes e classifica o funcionário pelo trabalho realizado de acordo com as suas responsabilidades e também pelo trabalho realizado em equipe na visão de diferentes pessoas internas e externas dentro da organização.

Avaliação por indicadores

Há diversos indicadores – falaremos sobre eles nos próximos tópicos – que podem ser medidos para avaliar um colaborador. É necessário definir quais indicadores serão medidos e utilizar membros da equipe e superiores para a avaliação. Um dos pontos fortes deste tipo de avaliação é que ela deve ser baseada em fatos e resultados, excluindo opiniões pessoais e julgamentos.

Avaliação por competência

Esse é um modelo bastante tradicional e utiliza a sigla CHA – conhecimentos, habilidades e atitudes. É uma avaliação que permite analisar o colaborador de forma completa, trazendo clareza de qual competência precisa ser melhor desenvolvida.

A vantagem é que o panorama do funcionário ideal para o cargo pode ser traçado através desta avaliação. A desvantagem é que essas competências devem ser avaliadas de forma periódica e deve haver o cruzamento com os valores e estratégia da organização.

Avaliação comportamental

O perfil comportamental pode ser usado para construir equipes de alta performance. Uma equipe completa é composta com perfis que sejam adequados e indicados para o tipo de trabalho e objetivos a serem alcançados. A metodologia DISC é uma das mais usadas para avaliar e identificar o perfil comportamental de cada funcionário.

Essa avaliação pode começar lá no recrutamento, identificando o perfil que a empresa está buscando para a vaga em aberto e encontrar candidatos que apresentem essas características. Há softwares que fazem essa triagem de forma automática, utilizando inteligência de dados e algoritmos. Vamos falar sobre o assunto no próximo tópico.

3 softwares de avaliação de desempenho

É claro que a tecnologia já tem espaço neste assunto e vem trazendo automação e melhor uso dos dados coletados dentro da área de RH. Compilamos os melhores softwares de avaliação de desempenho para você, veja a lista:

BambooHR

O BambooHR oferece um sistema de informações de recursos humanos que inclui um sistema de rastreamento de candidatos (ATS) e ferramentas para gerenciar todos os aspectos do ciclo de vida dos funcionários. Quando falamos sobre avaliação de desempenho, esse software oferece feedback 360º, avaliação de pares, autoavaliação.

Além disso, a plataforma permite que profissionais e gerentes de RH rastreiem dados organizacionais, como rotatividade e retenção de funcionários.

Engagedly

A Engagegly é uma plataforma na nuvem com aplicativos integrados para gerenciar integração, aprendizado dos funcionários, análise de desempenho e gerenciamento de objetivos.

O gerenciamento de talentos oferece à pesquisa para avaliação de desempenho como análises 360º por pares, feedback em tempo real, elogios sociais e gerenciamento de metas. A abordagem deste software é baseada no desenvolvimento e no feedback, incluindo módulos para colaboração e recompensas. A solução rastreia as principais competências, fornecendo aos líderes e gestores informações para tomar decisões e planos para o desenvolvimento de sua equipe.

TAQE

O Taqe oferece eficiência e qualidade durante o processo seletivo. Ele é uma ótima ferramenta para identificar os perfis que a empresa busca para as vagas em aberto e fazer melhores contratações baseada na identidade profissional do candidato. Para construir equipes de alta performance é necessário realizar contratações que apresentem fit cultural entre a empresa e o candidato.

Quando a empresa contrata de forma eficiente, levando em consideração todos os critérios de seleção, há mais chances de ter melhores resultados com as futuras avaliações de desempenho. Contratar de forma assertiva resulta em maior engajamento da equipe, fortalecimento da marca empregadora, diminuição de turnover e uma cultura organizacional alinhada com os valores dos funcionários que lá trabalham.

6 indicadores que medem o desempenho do seu time

Não existem indicadores certos e errados. Eles sempre vão depender do objetivo de avaliação que a empresa quer realizar. Por exemplo, se a empresa quer medir a habilidade da equipe em atender um cliente ou o nível de engajamento da equipe perante a organização, terá que utilizar indicadores diferentes. Por isso, o primeiro passo é sempre saber o que se quer descobrir com a avaliação de desempenho.

Veja abaixo os principais indicadores que medem o desempenho do time:

Indicador de iniciativa

É bom quando aqueles com quem você trabalha perguntam o que é necessário e onde eles podem ajudar. É ainda melhor quando eles vêem uma necessidade e tomam medidas para atendê-la por conta própria. Um funcionário que toma iniciativa é definitivamente um sinal de satisfação e engajamento da equipe.

Observar os membros da equipe que tomam a iniciativa também é importante para os negócios em crescimento e para os locais de trabalho em rápida mudança que exigem pessoas que possam se adaptar e ser proativas. O indicador de iniciativa ajuda a medir quem são os colaboradores quem tem esse perfil dentro das equipes.

Indicador de produtividade

Quantos projetos foram entregues e qual foi o tempo dedicado para a execução destes projetos? Os grandes talentos conseguem entregar altos índices de projetos utilizando menos recursos como tempo e dinheiro. Principalmente quando os resultados podem ser medidos de forma individual, é possível medir a produtividade de cada colaborador.

Indicador de qualidade

A qualidade do trabalho dos membros da sua equipe talvez seja a métrica mais importante, mas também é a mais difícil de definir. Os membros da equipe que se preocupam com o que fazem e estão envolvidos no trabalho provavelmente terão um desempenho melhor, e é uma boa ideia reconhecer as conquistas destes colaboradores.

Índice de satisfação do cliente

O famoso NPS (Net Promoter Score) é uma forma eficiente de calcular o nível de satisfação dos seus clientes em relação a sua empresa. Se o índice é satisfatório é sinal de que a sua equipe está entregando um bom atendimento, serviço ou produto. Caso contrário, é um ponto de melhoria e de treinamento que precisa ser colocado em prática como plano de ação.

Absenteísmo

Medir as faltas e atrasos dos colaboradores é uma forma de identificar o seu compromisso com o cargo. As altas taxas de absenteísmo indicam infelicidade e falta de comprometimento no trabalho. É importante identificar o motivo e agir para as equipes não fiquem sobrecarregadas por causa da ausência de um dos membros.

Turnover

Esse indicador ajuda e entender o que acontece da porta para dentro da empresa, como por exemplo, clima organizacional, valorização e reconhecimento, tipo de liderança, ambiente de trabalho, qualidade das contratações e satisfação dos funcionários. É preciso medir o turnover dos colaboradores e também os motivos que estão fazendo-os se desligar da empresa.

 

3 empresas que possuem estratégias bem-sucedidas

Veja exemplos de empresas que utilizam os indicadores e a avaliação de desempenho e geram resultados positivos para a organização como um todo.

Netflix

Como já sabemos, estamos na era da inovação e do pensar fora da caixa. E, como a Netflix tem esses dois elementos bem fortes na sua cultura organizacional, a própria empresa adaptou para a sua realidade os métodos tradicionais de avaliação de desempenho.

A Netflix aplica um ciclo semestral de feedback no estilo 360º com apenas três comandos: comece, pare, continue. As avaliações anuais são para decisões relacionadas aos salários, às promoções e às demissões.

A empresa acredita que tem apenas funcionários brilhantes e, por isso, ela dá a elas a autonomia para que decidam sobre o próprio desenvolvimento sem a necessidade de engessar processos ou definir uma estrutura. A Netflix valoriza o fit cultural e o utiliza para ter a certeza de que só contrata e mantém quem se encaixa perfeitamente com os valores e a cultura Netflix de ser e existir.

Ambev

A Ambev realiza dois tipos de avaliação de desempenho: 

  1. A avaliação de resultados, no final do ano, para definir o pagamento do bônus a cada um dos colaboradores. 
  2. A avaliação de competências, no mês de maio, e é utilizada para decidir e discutir sobre sucessão e promoções verticais e laterais dentro da organização.

Essa se tornou uma ferramenta que auxilia, de forma justa, a discutir junto com os funcionários assuntos importantes que envolvem promoção de cargo e reconhecimento financeiro.

Sequoia

A Sequoia passava por uma mudança de sede, onde a empresa se mudaria de cidade. O time de Recursos Humanos identificou que esse cenário poderia aumentar as taxas de turnover e absenteísmo, dois indicadores importantes no desempenho dos funcionários.

Como forma de preparação e planejamento para manter o baixo nível desses indicadores, a empresa resolveu utilizar o Taqe, um software de recrutamento e seleção, para formar um banco de candidatos já qualificados para vagas.

Com a ajuda do Taqe foram utilizados vários critérios de seleção, inclusive o de geolocalização (candidato deveria residir dentro de um raio de distância escolhido pela empresa) para formar um banco de candidatos. Dessa forma, os novos colaboradores moravam próximo ao local de trabalho, evitando faltas e atrasos.

Para que esse projeto alcançasse sucesso, o Taqe e a Sequoia realizaram as seguintes tarefas:

  • Definição do perfil do candidato;
  • Atração dos candidatos.
  • Triagem automática de currículos com base nos critérios de seleção;
  • Ranqueamento dos candidatos;
  • Agendamento das entrevistas;
  • Contratações assertivas e formação de banco de talentos qualificados.

A taxa de aprovação neste processo foi de 80%, aumentando em 4x a eficiência quando comparado ao processo anterior utilizado pela empresa. Ficou curioso para saber todos os resultados positivos deste projeto? Leia o case de sucesso completo.

É possível experienciar uma demonstração gratuita da plataforma do Taqe para você entender na prática o dia a dia do recrutamento e seleção com o uso da tecnologia, da inteligência de dados e dos algoritmos. Usufrua de todos os benefícios que o Taqe oferece e eleve os seus indicadores de RH e gestão de pessoas. Agende a sua demonstração aqui.

Conclusão

Uma cultura organizacional baseada em avaliações de desempenho que tenham resultados transparentes e consigam dar feedback valiosos para os funcionários é o passo certo rumo ao sucesso da empresa como um todo. Um processo de avaliação de desempenho bem desenhado, integrado e alinhado é positivo para a empresa, para os funcionários e para os clientes.

Reserve um tempo para analisar a sua empresa e defina um processo de avaliação de desempenho que esteja de acordo com os objetivos e com o formato de comunicação de acordo com os valores e o clima organizacional da sua empresa.

 

 

Topics: Recursos Humanos, Recrutamento e seleção, Gestão de pessoas

Nova call to action

Conteúdo exclusivo sobre RH! Inscreva-se:

Últimos Posts