Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

Employer branding: 10 cases e exemplos para aplicar no seu depto de RH

Renan Macrini

As empresas têm uma preocupação cada vez maior em promover melhores contratações, que estejam realmente alinhadas às necessidades corporativas. Para isso, elas investem em diversas ações capazes de melhorar o recrutamento, e uma delas é o employer branding.

Se você ainda é reticente quanto à eficácia dessa abordagem, vale a pena prestar atenção em alguns números: 62% das empresas já entendem a importância do conceito e pretendem aumentar seus investimentos na construção da sua marca empregadora para os próximos anos.

Para 35% das pessoas que responderam à pesquisa, o número de profissionais responsáveis por esse trabalho deve aumentar nos próximos anos.

Pensando nessas informações, fica fácil constatar que o employer branding é um tema que deve despertar ainda mais a atenção do RH.

Mas, do que realmente se trata esse conceito e o que ele pode fazer pela organização? É o que apresentamos neste post. Continue a leitura!

O que é employer branding?

O employer branding pode ser definido como um conjunto de técnicas ou de ações com o intuito de promover uma percepção positiva da empresa, sobre a relação com os funcionários e de como a organização se posiciona como empregadora.

Trata-se de uma estratégia poderosa para atrair os profissionais mais bem preparados, o que eleva a qualidade dos processos internos e ajuda a trazer inovação. Um bom employer branding também promove a retenção dos funcionários atuais, ajudando no desenvolvimento da corporação.

Qual a diferença entre employer branding e employer brand?

Trazendo uma definição bem simples do termo, o employer brand é a marca do empregador, ou seja, a reputação da corporação como empregadora. Essa marca é responsável pela imagem da organização no mercado de trabalho e ajuda a atrair ― ou quando mal trabalhada, repelir ― os talentos mais bem preparados.

Você certamente já ouviu falar nas empresas “dos sonhos” de muitos profissionais, que almejam por uma vaga graças às boas condições de trabalho ou ao peso que essa contratação traz para o currículo. Essa valorização está totalmente ligada ao employer brand.

Já o employer branding trata das ações para a construção dessa marca, as estratégias que a organização emprega para que essa reputação seja construída. O employer branding depende diretamente dos funcionários, por isso há um esforço constante em fornecer as melhores experiências possíveis e um clima organizacional favorável, entre outros aspectos.

Nova call to action

Conheça 10 cases de employer branding de sucesso

Para mostrar um pouco mais como o employer branding pode transformar a realidade da sua empresa, reunimos 10 cases do Brasil e do mundo. Confira!

1. RiHappy

As dificuldades que as mães enfrentam para conseguirem uma recolocação no mercado de trabalho são bem conhecida. Embora essas mulheres tenham força de vontade e com a maternidade, desenvolvam uma capacidade muito maior de executar várias tarefas ao mesmo tempo, elas enfrentam preconceito durante o processo seletivo.

Muitos recrutadores julgam que essas mamães não terão disponibilidade de tempo ou conseguirão se dedicar o suficiente para o trabalho.

A fim de quebrar esse estigma e facilitar a reintegração dessas mulheres no mercado, a RiHappy entrou com um projeto, apoiada pelo Taqe, de contratar apenas mães. A diretora da RiHappy Baby, Elisabete Strina, afirma que as mães entendem como ninguém a realidade desses clientes e, por isso, são as pessoas ideais para integrar a empresa, ajudando outras mulheres com dicas de maternidade e sugerindo opções de produtos, enxoval e chá de bebê.

Essa estratégia traz um grande valor para a marca, já que boa parte das mães sentem falta desse apoio e de informações em uma fase de tantas mudanças. Com as contratações de outras mães, a empresa desenvolve a simpatia e a identificação no público-alvo, além de abrir espaço para que essas mulheres retomem a carreira.

2. Natura

A Natura conta com o programa Jovem Aprendiz, permitindo que pessoas que estão dando os primeiros passos na vida profissional acumulem experiência em uma das maiores empresas do mundo.

Com grande preocupação em promover a diversidade no seu quadro de funcionários, a empresa tem um forte employer branding. O programa Jovem Aprendiz, realizado em parceria com o Taqe, fortalece ainda mais essa imagem, oferecendo oportunidades para que esses jovens que cursam o Ensino Médio ou Técnico possam se desenvolver.

3. L’Oréal

A L’Oréal é uma das empresas mais bem conceituadas para trabalhar na França e no mundo todo, e grande parte dessa reputação deve-se ao alto Employee Value Proposition (ou proposta de valor ao colaborador) que a empresa oferece.

Esse EVP é baseado em ambiente inspirador, espaço para desenvolvimento e aprendizado e um forte senso de propósito, que mostra ao funcionário a sua importância e colaboração dentro da organização.

4. Google

Em uma pesquisa realizada pelo Linkedin, a Google aparece como o segundo lugar preferido para trabalhar. O livre acesso à comida durante o expediente, o contato com ideias inovadoras, o suporte tecnológico disponível 24 horas por dia, a liberação da entrada de pets nos escritórios e as salas de descompressão são alguns dos fatores que atraem os profissionais e ajudam a construir o employer branding da empresa.

Além disso, a cultura corporativa totalmente voltada para o desenvolvimento profissional permite o contato com pessoas extremamente capacitadas e favorece ações de liderança entre funcionários que não ocupam esse cargo.

5. Microsoft

A Microsoft é outra gigante da tecnologia que se apoia em um employer branding poderoso, chegando a ser premiada pela “Global Randstad Award” como a melhor empresa para se trabalhar.

Além de grandes salários e ótimos benefícios, a organização dá flexibilidade de horário aos seus funcionários e permite que eles escolham a equipe em que mais se sentem à vontade para trabalhar, criando assim um ambiente positivo e de extrema colaboração.

Nova call to action

6. Starbucks

A Starbucks possui um forte presença nas redes sociais, o que vem de encontro com a geração millennial, que tem uma grande simpatia pelos produtos da marca. Porém, esses canais não são usados apenas para promoção da empresa, mas também para valorizar os seus colaboradores.

Em seus perfis nesses canais, a empresa reserva espaços para destacar conquistas de seus funcionários, que são chamados de parceiros. Além disso, a organização oferece um excelente pacote de benefícios, como dress code livre, cursos gratuitos, entre outros.

7. Netflix

A página de carreiras da Netflix já exibe a preocupação com o employer branding. Há destaque para a missão e os valores da empresa, que ressalta a importância de um excelente espaço de trabalho.

Além disso, a página é bem detalhada em relação às vagas em aberto, permitindo que o usuário faça uma busca completa, incluindo uma visão de cada equipe, localização, entre outros aspectos. Assim, os profissionais conseguem se enxergar como participantes da empresa e são motivados a se candidatarem para as vagas.

8. Facebook

Facebook também é uma empresa sempre citada quando falamos de bons lugares para trabalhar. A força do seu employer branding é bem evidente, e os funcionários têm uma participação importante para essa reputação.

O ambiente de trabalho incentiva um forte vínculo entre os colaboradores, e todos são motivados para construir um employer brand poderoso.

Entre os diversos benefícios, há licença para pessoas com recém-nascido e plano de saúde pago 100% pela empresa.

9. Netshoes

A Netshoes transformou o seu employer branding em uma verdadeira referência no mercado. Foi feito um trabalho interno de fortalecimento da cultura organizacional, para depois disseminar esses valores entre os funcionários e então evidenciá-los para o mercado.

Houve um grande investimento nesse trabalho, com a coordenação de um profissional de RH e a participação de 1800 funcionários, em um projeto dividido em 6 etapas. Mas o esforço foi compensador: a empresa é considerada hoje uma das melhores para trabalhar no Brasil, de acordo com o Linkedin.

10. Booking.com

A Booking.com propôs o “One Mission Project”, que pedia aos seus funcionários que documentassem as suas viagens de férias como uma câmera GoPro, fornecida pela própria empresa.

Esse projeto levou à criação de um vídeo muito inspirador, que alinhou os colaboradores à missão corporativa, criando assim um forte engajamento e fortaleceu o employer branding também para o público externo.

 

Depois da apresentação desses cases de sucesso, que tal começar a pensar no desenvolvimento do employer branding para a sua empresa?

Você pode contar com o Taqe para ajudar no desenvolvimento de um processo seletivo engajador e moderno, que certamente vai agregar à imagem empregadora da empresa.

Entre em contato conosco e conheça os nossos serviços!

Topics: Recursos Humanos, Recrutamento e seleção

Nova call to action

Conteúdo exclusivo sobre RH! Inscreva-se:

Últimos Posts