Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

O guia do Employer branding: O que é e como aplicar no setor de RH?

Ana Maria Correa

Índice

 

Você sabia que a reputação da marca empregadora pode afetar o recrutamento de novos funcionários? É isso mesmo, manter um employer branding positivo pode melhorar a percepção geral das pessoas sobre a sua organização no mercado de trabalho.

Nos dias de hoje, o employer branding e o Inbound recruiting passaram de apenas uma estratégia de recursos humanos, para uma ferramenta de atração de talentos para a organização. No entanto, é comum que muitos profissionais da área não estejam familiarizados com o conceito.

Neste guia, apresentamos um conteúdo completo sobre employer branding para você entender, de uma vez por todas, a melhor estratégia de recrutamento e retenção de talentos para sua empresa. Preparado? Então, continue a leitura! 

O que é employer branding ou marca empregadora?

Marca empregadora é a forma em que as organizações se diferenciam no mercado de trabalho. Sendo positiva, ela permite recrutar os melhores talentos e retê-los na empresa. Além disso, aumenta o orgulho dos colaboradores e os mantêm mais engajados com os objetivos estratégicos da organização. 

Estabelecer o employer branding de uma forma positiva também permite que a empresa tenha uma boa credibilidade no mercado e, consequentemente, conquiste os melhores negócios e parcerias.

Nos dias de hoje, a reputação de uma empresa importa mais do que nunca, poise a maioria dos talentos que buscam se recolocar no mercado pesquisam por empresas que sejam queridas pelos seus funcionários e tenham responsabilidade social. De acordo com a pesquisa do site Talentlyft, 75% dos candidatos pesquisam sobre a reputação da organização antes de se candidatarem para a vaga de emprego.

Qual a importância e os benefícios do employer branding?

Os dados da pesquisa do site talentlyft, mostraram o impacto que uma marca empregadora exerce no recrutamento de talentos. Empresas com uma boa reputação contam com colaboradores talentosos e motivados para exercer suas atribuições e, consequentemente, atingir a alta performance rapidamente. Além disso, afeta positivamente a experiência do candidato.

De acordo com a pesquisa, 83% dos empregadores entrevistados dizem que um employer branding positivo desempenha um papel importante na capacidade de contratar e 69% das pessoas entrevistadas declaram que não aceitariam o emprego em uma empresa com uma má reputação, mesmo se estivessem desempregados.

Além disso, uma marca empregadora positiva influencia, também, na retenção dos seus colaboradores. A pesquisa concluiu que há uma redução de 40% da taxa de rotatividade, após os seis primeiros meses de contratação. Ela também revelou que 83% dos colaboradores deixaram suas empresas para migrar para uma organização que tem uma melhor reputação no mercado de trabalho.

Dados da Harvard Business Review, revelaram que os CEOs e líderes de RH esperam aumentar o investimento em sua marca do empregadora nos próximos anos. Até 2020, é provável que seja uma parte essencial da estratégia de longo prazo da maioria das equipes de recrutamento.

A marca empregadora pode gerar muito benefícios. Por isso, vamos listar algumas vantagens do employer branding para sua empresa. Confira! 

Estabilidade financeira

Estabelecer uma boa reputação da sua marca empregadora pode influenciar positivamente na sua receita, uma vez que, talentos alinhados e motivados com os objetivos estratégicos da empresa contribuem muito mais rápido para a atingir alta performance.

Um estudo realizado pelo Boston Consulting Group, revelou que as empresas que investem em employer branding, podem vivenciar um crescimento de até 3,5% na sua receita e um aumento de 2,5% na sua margem de lucro.

Colaboradores engajados e motivados

Organizações que investem em uma marca empregadora positiva conseguem influenciar no engajamento de seus colaboradores. Além disso, os talentos de sua empresa estarão mais motivados, pois terão orgulho de fazer parte de uma empresa que tem uma imagem positiva no mercado.

Colaboradores engajados com os objetivos estratégicos da empresa, permitem um amadurecimento e crescimento da sua organização, pois eles se dedicam ao máximo para atingir a alta performance. Para isso, é importante que a organização permita uma participação nas decisões da empresa, promova o empoderamento das equipes e ofereça bons planos de carreira, entre outras ações. 

Processo de Recrutamento aprimorado

Como já abordamos, manter uma marca positiva tem influência nos processos de recrutamento, uma vez que as pessoas pesquisam as melhores empresas para se trabalhar. 

Estabelecer a estratégia de employer branding, cria uma primeira impressão positiva no candidato, chama atenção para sua empresa e facilita no processo de recrutamento. Em síntese, os talentos mais qualificados, em geral, optam pelas empresas que tenham uma imagem legal no mercado.

Diferença entre employer branding x employee experience

São tantos termos novos que é natural que haja uma confusão entre eles, certo? Então, todo esclarecimento é válido. O employer branding é a gestão da marca empregadora, ou seja, o processo de criar um lugar diferenciado no ambiente de trabalho. 

Além disso, é responsável por criar estratégias para atração de novos candidatos e retenção dos colaboradores. Por outro lado, o employee experience tem relação com a experiência do colaborador, é a soma de todas as experiências das pessoas durante sua jornada de trabalho. 

Ou seja, a experiência do colaborador se preocupa com a percepção dos funcionários desde o processo de seleção até o processo de desligamento da empresa. Sendo assim, trouxemos algumas dicas para potencializar a experiência dos colaboradores na organização. Confira:

Melhore a experiência do colaborador e transforme ele em uma prioridade

Reconhecer que o colaborador é valioso para organização pode ter tanto impacto quanto a estratégia de experiência do cliente. Por isso, articule uma experiência diferenciada para os colaboradores e garanta que esteja alinhada com todos os processos do trabalho. Inclua os conceitos de bem-estar e qualidade de vida no trabalho, na sua estratégia.

Incorpore o conceito de design thinking

Estude, escute e aprenda sobre o que os seus colaboradores estão fazendo todos os dias e descubra novas formas de simplificar os processos e melhorar a produtividade, rendimento e engajamento dos seus colaboradores.

Considere experiências para todos os níveis da organização

A experiência do colaborador deve ser considerada em todos os níveis hierárquicos, desde os candidatos aos líderes, estagiários, operários, auxiliares etc. A estratégia deve ser orientada, especialmente, para atrair e retê-los.

Analise o ambiente externo

Olhar para fora é uma ótima estratégia para implementar ações de melhoria. Hoje, podemos contar com ferramentas como o LinkedIn e Love Mondays e usar as informações para identificar oportunidades, ameaças, forças e fraquezas. Por isso, é essencial analisar as experiências de empresas referências no mercado. 

Envolva os líderes 

A participação dos níveis táticos e estratégicos da empresa é fundamental, já que o estilo de liderança e o comprometimento diário, impactam a marca empregadora em geral. 

Os líderes podem ser responsáveis na experiência do colaborador, por meio de estabelecimento de metas realistas, recompensas, reconhecimentos, feedbacks assertivos, programas de incentivo etc.

Acompanhe os Resultados

Procure analisar os resultados e obter feedbacks de maneira estruturada e contínua. Utilize entrevistas, avaliações de performance e pesquisas de clima para conseguir entender, em tempo real, os desafios que seus colaboradores enfrentam. 

Em síntese, o employer branding não se trata apenas de reputação da marca da empresa, mas sim cuidar das experiências diárias que são promovidas aos colaboradores. 

Com isso, podemos concluir que embora employer branding e employee experience não sejam a mesma coisa, não conseguem viver separadamente, pois a experiência dos colaboradores é fundamental para transmitir uma boa impressão da marca empregadora.

6 exemplos de cases de employer branding

Existem muitos casos de employer branding projetados para mostrar a importância de atrair talentos para sua equipe. Eles evidenciam que, nos dias de hoje, não basta criar listas de vagas e esperar que as pessoas se inscrevam. Você precisa demonstrar porque sua empresa é tão boa e o que deve levar os candidatos a trabalhar com você.

Se você ainda não tem certeza da importância da marca do empregador ou precisa de um pouco de orientação para ajudá-lo a se destacar no processo, trouxemos alguns casos de empresas que adotaram a estratégia de employer branding

1. Employer branding da empresa Lever 

Se você ainda não tem uma proposta de valor ou uma marca empregadora bem definida, sua empresa pode apostar no engajamento de seus colaboradores para divulgar sua marca nas mídias sociais. 

A Lever é um ótimo exemplo para se destacar. Ela se deparou com um grande desafio, em que tinha uma grande necessidade de contratações. Sua realidade era um crescimento rápido e uma força de trabalho introvertida, que resistia em compartilhar as histórias de seus colaboradores.

Portanto, eles sabiam que precisavam estabelecer um espaço seguro para as pessoas compartilharem e apresentarem a Lever de uma forma divertida e positiva. Para fazer isso, a empresa usou a Brand Amper, (agora BrandBuilder) que forneceu aos seus colaboradores insights da marca para servir de base para suas histórias profissionais. Esse processo trouxe resultados promissores. 

A Lever não apenas melhorou sua marca empregadora, como também conseguiu que 80% dos seus colaboradores compartilhassem suas histórias nas mídias sociais, como o LinkedIn, por exemplo. Com isso, aumentou sua visibilidade social e seu sucesso na atração de novos candidatos.

2. Marca empregadora da empresa Hootsuite

Em uma iniciativa de employer branding a Hootsuite projetou sua campanha #FollowTheSun, e utilizou o Periscope para mostrar nove de seus escritórios em quatro continentes. O Twitter havia acabado de relançar o Periscope ao público, há apenas duas semanas. A empresa aproveitou para fazer uma transmissão ao vivo de um escritório diferente a cada hora.

Foi uma ótima ideia, mas a maioria de seus colaboradores nunca havia usado o aplicativo. Por isso, eles tomaram medidas para evitar problemas, como treinar os colaboradores para usar o Periscope e colaborar com o marketing para aumentar o engajamento.

Contudo, ainda cometeram um erro: ninguém sabia que os vídeos desapareciam após 24 horas. Por isso, não conseguiram reproduzir os vídeos para um resumo da campanha. Ainda assim, foi um sucesso em tempo real e definitivamente valeu o risco.

3. Employer branding da L’Oréal 

A L’Oréal é um dos muitos exemplos de estratégia de employer branding. Quando a empresa alcançou a marca de 300.000 seguidores no LinkedIn, ela comemorou o evento transformando-o em uma oportunidade de recrutamento.

A campanha “Are You In”, identificou os defensores da marca e pediu que eles compartilhassem a história de como começaram a trabalhar na empresa. Ao criar esse conteúdo exclusivo, a L'Oreal conseguiu cultivar uma fantástica estratégia de marketing de longo prazo, com base em informações reais, autênticas e confiáveis. 

A L'Oreal não apenas mostrou aos candidatos que ela era uma ótima empresa para se trabalhar, eles também transformaram os colaboradores e promotores da marca, para fortalecer ainda mais sua cultura e imagem.

4. Marca do empregador da empresa GE

Falando em promotores da marca do empregador, a maioria das organizações sabe que é preciso mais do que apenas as mídias sociais para transformar o colaborador em um embaixador da marca

É importante permitir que seus colaboradores compartilhem suas histórias nas plataformas, já que é uma ótima maneira de desenvolver conteúdo exclusivo e atraente para sua marca. 

No entanto, você precisará garantir que seu pessoal siga as diretrizes corretas para apoiar sua imagem. Quando a GE estava à procura de novos talentos para sua organização, eles sabiam que tinham que ser abertos e honestos com as pessoas da sua equipe. 

O programa “como ser um embaixador da marca industrial digital” foi perfeito para isso, uma vez que treinou seus colaboradores sobre como usar os canais de mídias sociais adequadamente.

5. Employer Branding da Vodafone

Quando a empresa líder em comunicações Vodafone começou a analisar sua estratégia employer branding, eles acreditavam que já tinham uma grande reputação. No entanto, depois de analisar o mercado, a organização percebeu que não estava transmitindo sua mensagem com clareza suficiente.

Por meio de pesquisas com mais de 40.000 pessoas, a Vodafone ouviu o que seu público tinha a dizer sobre sua marca e traduziu esses comentários em conteúdos úteis que eles poderiam usar para gerar uma proposta de valor para o empregador. O EVP da Vodafone é baseado em algo chamado “acordo de mão dupla”, a abordagem da empresa visa garantir que os colaboradores tirem o máximo proveito de sua carreira.

6. Marca do empregador da empresa Cisco

A estratégia do employer branding funciona melhor quando é clara e autêntica. Se a sua marca não destacar experiências reais e mostrar como é realmente a sua empresa, os melhores talentos conseguirão detectar as inconsistência.

Obviamente, isso não significa que você não possa ajustar a percepção existente que as pessoas têm da sua marca. A Cisco, é um bom exemplo a se destacar, já que a marca de telecomunicações teve alguns problemas sérios ao enviar uma mensagem forte e consistente do empregador nas mídias sociais.

Por esse motivo, eles pararam por um momento e fizeram perguntas a si mesmos como: quem somos nós como organização? Quem nós queremos ser? Quais são os nossos desafios? 

Ao avaliar suas respostas e seu objetivo como marca, a Cisco conseguiu assumir o controle de seus esforços sociais, com uma estratégia de employer branding ancorada nos conteúdos gerados pelos colaboradores e, consequentemente, permitiu que os candidatos tivessem uma ideia real de como é trabalhar na Cisco. 

6 passos para implementar uma estratégia de employer branding 

Atrair e reter talento certo está se tornando um requisito essencial para as organizações. Nota-se que o departamento de recursos humanos está rapidamente se afastando de um foco de recrutamento de curto prazo para um foco de marca empregadora de longo prazo.

Pensando nisso, listamos aqui, algumas dicas concretas para lhe ajudar a desenvolver suas próprias estratégias de marca do empregador. Confira!

1. Defina seus objetivos

Pense no que você deseja alcançar com sua estratégia de employer branding. Alguns objetivos comuns que podemos destacar são:

  • atrair mais candidatos para a empresa;
  • atrair talentos de alta performance;
  • aumentar o engajamento online;
  • aumentar o engajamento dos colaboradores;
  • maximizar o conhecimento da marca do empregador;
  • criar confiança com os candidatos atuais;
  • obter mais visitantes na plataforma profissional da empresa;
  • aumentar as taxas de referência;
  • etc.

2. Identifique um perfil ideal de candidatos

Essa é uma etapa crucial, você precisa identificar as habilidades e competências de um profissional de alta performance, para que você possa criar estratégias que atraiam candidatos alinhados com o perfil da sua empresa. 

Além disso, desenvolva e execute uma pesquisa interna, perguntando às partes interessadas sobre as características que elas associam à sua organização. 

Embora existam outros métodos, as pesquisas (anônimas) funcionam muito bem se você deseja descobrir o que os colaboradores realmente pensam. Esse processo, também, vai te ajudar a consolidar uma boa estratégia de employer branding.

3. Defina sua proposta de valor para os colaboradores

Para estabelecer uma forte estratégia de employer branding, é fundamental que você defina sua proposta de valor e comunique com todos os colaboradores, uma vez que eles são importantes agentes de mudança organizacional.

Por isso, comece estabelecendo sua missão, visão, valores e cultura da sua empresa. Ao definir as estratégias, será mais fácil entender o tipo de habilidades e competências que o colaborador precisa desenvolver, para cumprir com os objetivos estratégicos da organização.

Além disso, deixe claro a proposta de valor do colaborador, eles precisam sentir que seu trabalho é significativo, você pode divulgar sua proposta de valor no site de sua empresa, plataformas de divulgação de vagas ou até mesmo na sua página do LinkedIn.

4.Defina os canais de comunicação para promover sua marca do empregador

É essencial divulgar sua empresa em diversos canais de comunicação, já que o candidato visita várias plataformas e sites, ao procurar uma vaga para se inscrever. Abaixo, segue uma lista com os principais meios de comunicação, que você pode divulgar sua marca empregadora. Confira:

  • site ou páginas profissionais;
  • mídias sociais (Facebook, LinkedIn, Instagram, youtube, twitter etc.);
  • depoimentos de colaboradores online;
  • comunicação por email;
  • eventos;
  • anúncios de empregos;
  • blogs;
  • etc.

Nos dias de hoje, utilizar estratégias de marketing para reter e atrair candidatos é uma ótima alternativa. As empresas apostam cada vez mais em estratégias de inbound recruiting para promover a marca e atrair os melhores profissionais.

O marketing de atração pode ser estabelecido por meio da criação de conteúdo, como artigos, blog posts ebooks e vídeos. Assim podemos atrair profissionais agregando valor a eles. Além disso, você pode divulgar fotos de eventos da empresa no slideshare e fazer infográficos com as conquistas dos seus colaboradores.

5. Construa uma marca visual

Como se costuma dizer: uma imagem vale mais que mil palavras. Por isso, incorpore fotos e vídeos com as experiências de seus colaboradores, de forma atrativa e criativa.

Utiliza as redes sociais para fortalecer sua marca empregadora, para que as pessoas entendam como é trabalhar na sua empresa. Destaque tudo o que você tem de bom na sua organização.

Se você tem código de vestimenta, inclua fotos de seus colaboradores vestindo o uniforme da empresa. Se sua empresa tem sala de brainstorming, certifique-se de destacá-la. Faça vídeos com eventos, premiações, trabalhos voluntários etc.

6. Faça gestão do seu employer brand

Robert Kaplan e David Norton, diziam que aquilo que não é medido não pode ser gerenciado. Por isso, estabeleça indicadores e métricas quantitativas para poder acompanhar e analisar os resultados da estratégia.

Para avaliar os impactos da estratégia do employer branding e avaliar se houve retorno positivo para os resultados da organização, você pode optar por utilizar a metodologia ROI para calcular o retorno do seu investimento.

Gamificação para fortalecer sua marca empregadora

A tecnologia está se desenvolvendo em um ritmo exponencial. Com isso, a gamificação tornou-se rapidamente uma ferramenta estratégica para a retenção de talentos nas organizações.

A gamificação é usada por muitas empresas que desejam uma retenção e desenvolvimento dos seus colaboradores de forma estratégica. Esse método torna os processos de recursos humanos mais divertidos e atrativos para os colaboradores. 

A estratégia consiste na introdução de estratégias de jogos nos processos da organização e pode ser usada para alcançar diversos objetivos como, treinar, educar, atrair e integrar os colaboradores, assim permite melhorar o desempenho e a produtividade da organização.

Para introduzir as técnicas de gamificação na sua empresa, você pode contar com softwares especializados e pode incluir no sistema da sua organização. O objetivo é motivar e engajar as pessoas para realizar tarefas de uma maneira mais divertida. A estratégia de gamificação do Taqe, consiste em utilizar o formato e as técnicas de jogos para entregar uma experiência inovadora e divertida ao candidato.

Além disso, o sistema conta com algoritmos que combinam informações dos candidatos e relaciona-os com as características exigidas pela vaga, assim é possível encaminhar a lista de candidatos mais aderentes com sua empresa.

A implementação da gamificação na organização, pode gerar muitas vantagens e benefícios. Confira:

Melhora sua produtividade

Não é segredo que quanto mais engajados, melhor é a produtividade dos colaboradores. O uso da dinâmica do jogo para aumentar as habilidades dos colaboradores leva a um aumento da performance, como resultado da geração de um ambiente divertido e colaborativo.

Aumenta a motivação

A gamificação usa uma estratégia de metas e recompensas, assim incentiva a motivação dos colaboradores e, portanto, melhora sua performance dentro da organização. Além disso, aumenta a satisfação e desempenho no trabalho.

Incentiva a criatividade

Inserir alguns processos da sua organização na estratégia de gamificação é uma ótima forma de promover atividades lúdicas e, assim aguçar a criatividade e o comprometimento dos seus colaboradores. 

Fortalece os processos de comunicação e engajamento

A comunicação interna é aprimorada e mais fluida. Além disso, a gamificação incentiva o engajamento dos colaboradores. Ao aderir às técnicas, aumenta o compromisso com a organização, uma vez que o aprendizado baseado nas técnicas de jogos permite uma maior identificação com os objetivos estratégicos da empresa. 

Desenvolve habilidades específicas

Estabelecer os processos de gamificação, permite que sua organização crie estratégias para desenvolver habilidades e competências específicas em suas equipes, de acordo com as necessidades delas.

Os programas de treinamento baseados nas técnicas de gamificação, serão essenciais para fazer com que os colaboradores melhorem suas habilidades para progredir em várias áreas, como: liderança, comunicação, trabalho em equipe, habilidade de negociação, inteligência emocional etc.

Facilita o Feedback

A gamificação é uma ótima maneira dos colaboradores receberem feedback constante, atualizado e automático. Por meio de tabelas de classificação de diferentes tipos, é possível que os colaboradores vejam como estão suas performances, de acordo com os indicadores que foram definidos.

O feedback é um dos elementos mais importantes do processo de gestão e utilizar as técnicas de gamificação, permite que os colaboradores entendam constantemente como estão fazendo os processos e o que podem fazer para melhorar.

De fato, as técnicas de gamificação oferecem amplas possibilidades de melhorias para sua empresa. Além disso, você tem a possibilidade de transmitir uma boa imagem da sua organização para os seus colaboradores. 

Por outro lado, também, pode ser uma ótima ferramenta de comunicação para atrair potenciais candidatos alinhados com a cultura organizacional da sua empresa. 

5 ferramentas para melhorar seu employer branding

Nos dias de hoje, a gestão de uma organização de sucesso envolve mais do que atrair clientes. Para permanecer competitivos no mercado, é essencial oferecer experiências incríveis aos clientes, e para garantir que sua empresa sempre tenha ideias criativas e inovadoras é preciso atrair talentos certos para sua equipe.

Vimos que quando profissionais qualificados precisam decidir em qual empresa deseja exercer sua função, primeiramente, buscam críticas em sites como o LinkedIn e Glassdoor. Por isso, é importante buscar estratégias para melhorar seu employer branding

Pensando nisso, reunimos uma lista com todas as ferramentas úteis de marca do empregador, para ajudá-lo a levar o seu employer branding para outro nível. Confira:

1. Atração

A evolução da tecnologia e das mídias sociais transformaram os processos de recrutamento. Vimos que candidatos qualificados e talentosos para sua organização são muito mais seletivos. 

Por isso, é importante estar presente em vários canais de comunicação. Investir nos sistemas de recrutamento é um ótimo começo para sua estratégia de employer branding. Veja algumas opções:

  • recruta simples: é um sistema de divulgação de vagas, em massa, para vários sites de emprego. Sendo assim, ele promove sua vaga de maneira inteligente e automática.
  • banco de dados certificados do Taqe: nossa empresa é focada na inovação e utilizamos técnicas de gamificação para atrair os melhores talentos alinhados com a cultura organizacional da sua empresa. Além disso, temos o diferencial de contar com o banco de dados de candidatos. Contamos com mais de 260.000 usuários no aplicativo. Com isso, eles ficam à disposição da empresa e passam por uma pré-triagem.

Assim, a empresa continua tendo acesso aos candidatos e, consequentemente, facilita o processo de preenchimento de vagas futuras. 

2. Conversão de candidatos

Para atrair e converter talentos para sua organização, são necessários vários pontos de contato, pois assim é possível criar confiança em sua empresa e converter candidatos em colaboradores.

  • Invista na página da sua empresa e crie conteúdos de forma consistente, para mostrar que sua empresa é autêntica e promover os valores de sua marca empregadora.
  • Crie vídeo institucional na sua plataforma de comunicação, para que os talentos descubram sua cultura, missão, valores, benefícios. Além disso, você pode compartilhar as conquistas do seu time de talentos e garantir autoridade da marca empregadora.

3. Engajamento

Um dos maiores desafios da gestão de pessoas é manter os colaboradores engajados com os objetivos estratégicos da organização. Por isso, estabelecer estratégias que incentivam o engajamento pode ser ideal para que sua empresa se mantenha competitiva no mercado.

Quando os colaboradores estão envolvidos com a marca, é mais provável que eles compartilhem suas experiências de forma positiva, assim eles passam a ser embaixadores da marca.

Para isso, invista em um aplicativo de emprego em forma de jogo, pois essa é uma ótima ferramenta para atrair e reter candidatos para sua empresa. Por meio das técnicas de jogos você consegue tornar as pessoas engajadas com a cultura da sua organização. Além disso, facilita no recrutamento de talentos ideais para o seu negócio.

4. Mensuração e análise

Nos dias de hoje, as organizações estão se esforçando para criar e fortalecer seu employer branding. Contudo, a questão é: como avaliar o sucesso da estratégia da marca empregadora?

Para isso, é preciso estabelecer indicadores e métricas, e assim poder medir o sucesso da sua marca empregadora. Você pode contar com o auxílio do sistema ATS (Sistema de Gestão de Candidatos), um software de recrutamento que te ajuda no acompanhamento da evolução do candidato durante todo o processo.

Ele permite identificar gargalos que possam gerar uma expectativa ruim em relação à sua marca. Além disso, ele automatiza as tarefas, ou seja, aprova ou reprova os candidatos com mais agilidade.

5. Reputação

Não é novidade que talentos qualificados se preocupam com a reputação da marca da empresa em que vão se candidatar. Por isso é essencial que mantenha uma reputação positiva online.

Peça seus colaboradores para compartilhar sua história e experiências com a empresa. Além disso, você pode contar com o site glassdoor, uma vez que a maioria dos candidatos potenciais pesquisam a reputação de sua empresa nessas plataformas.

Como fazer um employer branding no LinkedIn 

Nos dias de hoje, o LinkedIn é um dos locais mais indicados para alcançar e engajar talentos para sua empresa, já que quase 90% dos membros do LinkedIn dizem estar abertos e interessados em novas oportunidade de carreira.

Por isso, é interessante se posicionar de forma consistente. Aqui estão algumas maneiras para fazer isso:

Interaja online

Quanto maior a participação dos seus colaboradores nos fóruns do LinkedIn e compartilhamento de experiências, melhor será a oportunidade de crescimento de sua marca empregadora.

Quando seus colaboradores estão engajados com sua empresa eles comentam, compartilham notícias, conteúdos, opiniões e, consequentemente, aumenta a presença online da sua empresa.

Estabeleça sua página gratuita no LinkedIn 

Depois de ouvir depoimentos sobre sua empresa, vai ser por meio de sua página no LinkedIn que a maioria dos possíveis candidatos vão te procurar. Por meio de sua página você pode criar conteúdos sobre o dia a dia da sua empresa e divulgar vagas de emprego.

Faça presença nas páginas de carreira

Elas são uma extensão da página da sua empresa, é o local onde sua marca empregadora brilha. Na página você pode contar a história do seu negócio. Além disso, é possível direcionar talentos para as páginas de destino da sua organização. 

Para atrair candidatos, utilize recursos com fotos e vídeos, e escreva descrições criativas que demonstrem a identidade da sua organização.

O LinkedIn Recruiter

É uma plataforma que facilita os processos de recrutamento e o contato com os candidatos. Permite filtrar os candidatos de acordo com a necessidade de sua organização. Além disso, prioriza os talentos que estão mais abertos a mudanças.

Empregos no LinkedIn 

As oportunidades de emprego da sua empresa são entregues aos candidatos que têm maior aderência com o objetivo estratégico do seu negócio. Quando você publica uma vaga no LinkedIn, você possibilita que os candidatos em potencial conheçam sua marca empregadora, assim é mais provável que eles desejem embarcar nessa jornada.

Por isso, seja honesto em suas publicações e descreva de forma criativa e atrativa, sobre como é trabalhar na sua empresa.

Aprendizado no LinkedIn 

Investir no desenvolvimento de seus colaboradores, aumenta o engajamento deles com os objetivos da organização, já que eles terão consciência que a empresa se preocupa com o desenvolvimento de sua carreira profissional. 

Ao obter acesso a uma plataforma de aprendizado você permite que seus colaboradores tornem o treinamento e desenvolvimento um hábito, assim você tem uma maior retenção dos recém-contratados na empresa.

4 ações de employer branding para você começar agora

De fato, uma empresa se torna um ótimo lugar para se trabalhar quando as pessoas querem exercer suas funções por outras razões, além de receber um salário. Por isso, é preciso identificar maneiras eficazes de atrair e reter talentos de qualidade.

Pensando nisso, listamos aqui, algumas práticas estratégicas de marca empregadora para você usar na sua empresa. Vamos lá?

1. Estabeleça um local de trabalho diversificado

De fato, um ambiente de trabalho diversificado é desafiador. No entanto, estar aberto a todos os tipos de pessoas e gêneros de diferentes origens e territórios, pode ser uma ótima estratégia para o estabelecimento da sua marca empregadora.

Está claro, que a diversidade e inclusão estão se tornando uma alta prioridade para muitas organizações, à medida que suas forças de trabalho se tornam mais diversas e as taxas de participação de mulheres e grupos minoritários estão aumentando. 

Contudo, para uma estratégia bem-sucedida de diversidade e inclusão deve incluir todos os grupos minoritários afetados por idade, gênero, nacionalidade, cultura, religião, formação etc. Por isso, muitas organizações estão aderindo ao processo de recrutamento a cegas, em que avaliam o currículo do candidato, somente, pelas suas competências e habilidades.

Em síntese, o recrutador avalia os currículos sem saber nome, gênero, idade, entre outros. Ao renovar o seu know-how e permitir uma diversidade na sua empresa, você pode trazer insights interessantes para o seu negócio.

2. Acompanhe as tendências tecnológicas, econômicas, e de Recursos Humanos

Nos dias de hoje, é essencial que sua empresa esteja atenta às constantes transformações do mercado. Nota-se, que a tecnologia está se desenvolvendo em um ritmo exponencial e isso pode influenciar nos processos de gestão de pessoas.

Ao avaliar as tendências de mercado, você pode analisar e, se necessário,  adaptar e modificar sua estratégia de employer branding. A mudança deve ser constante. Portanto, espera-se que você não apenas cumpra, mas estabeleça soluções para adaptar as transformações do mercado.

3. Estabeleça programas de marketing de conteúdo na sua estratégia 

A tendência do marketing é atrair e converter clientes por meio da produção de conteúdos, e o departamento de recursos humanos pode aproveitar e adaptar essa estratégia, para promover a marca empregadora da sua empresa. 

Por isso, estabeleça um programa de produção de conteúdo para os seus colaboradores. Em primeiro lugar, crie um blog e incentive os seus colaboradores a escrever conteúdos de até 500 palavras. Além disso, você pode estabelecer um ranking e premiar os melhores conteúdos.

Imagine só: além de incentivar o desenvolvimento cognitivo de seus colaboradores você alimentará seu blog com conteúdos exclusivos, de seus colaboradores. Além disso, é uma ótima ação para atrair novos talentos, que perceberão que os colaboradores são agentes importantes dentro da sua organização.

4. Estabeleça um estilo de liderança criativo

Desenvolver a capacidade de liderança é essencial para a estratégia de employer branding, uma vez que são agentes importantes na experiência do colaborador em todo o ciclo de vida do emprego.

Por isso, incentive a liderança a desenvolver novos líderes na equipe, para incentivar o empoderamento e autonomia dos colaboradores. Utilize ferramentas como o brainstorming para incentivar a participação de todos nos processos de decisão.

Além disso, é interessante que a liderança invista na ferramenta design thinking para que em conjunto, possa propor soluções criativas e inovadoras para os processos da sua empresa.

Além das práticas que citamos acima, existem outras que podem influenciar na sua marca empregadora, como:

  • investir em ferramentas de comunicação, em que pode ser estabelecido por meio de aplicativos ou redes sociais corporativas;
  • flexibilizar o uso do uniforme, às vezes, dependendo da cultura de sua empresa, você pode permitir um dress code mais informal na sexta feira, por exemplo;
  • promover programas de integração, como: coffee break semanal, eventos temáticos, workshops, entre outros.
  • valorizar a opinião do colaborador;
  • flexibilizar a jornada de trabalho;
  • estabelecer planos de carreira e desenvolvimento profissional;
  • etc.

Conclusão

Construir uma grande marca empregadora não é tarefa fácil, pois, requer um planejamento cuidadoso, coragem para experimentar ideias não tradicionais e paciência para ver os resultados da estratégia de employer branding.

No entanto, se você agir estrategicamente, você poderá criar uma marca empregadora bem-sucedida e tornar-se uma empresa na qual as pessoas desejam trabalhar.

Então, gostou do nosso conteúdo? o que está esperando para implementar o employer branding agora mesmo na sua empresa? 

Você pode contar com a ajuda do Taqe para ajudar a atrair os melhores talentos e administrar seus processos de recrutamento com o máximo de eficiência. Agende uma demonstração gratuita!

Topics: Recursos Humanos, Recrutamento e seleção, Gestão de pessoas

Nova call to action

Conteúdo exclusivo sobre RH! Inscreva-se:

Últimos Posts