Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

Entrevista semiestruturada: o que é e como aplicá-la?

Ana Maria Correa

Para ajudar na realização das entrevistas, os recrutadores montam um roteiro que sirva como guia para que esse momento seja o mais proveitoso possível e possa solucionar todas as dúvidas. Porém, é preciso ter uma certa maleabilidade para obter outras informações relevantes. Para isso, podemos aplicar a entrevista semi estruturada.

Independentemente da abordagem escolhida, lembre-se que a intenção é sempre de obter o máximo de referências e avaliar com segurança se o candidato é realmente a melhor opção para ocupar o cargo.

Quer entender mais sobre o assunto? Então, continue a leitura!

O que é uma entrevista semiestruturada?

Em uma entrevista semiestruturada, o entrevistador aproveita algumas perguntas já planejadas antecipadamente, mas vai além e abre espaço para uma conversa mais solta, na qual pode coletar informações importantes sobre o profissional e tomar uma decisão mais acertada sobre quem contratar.

Esse tipo de entrevista combina o melhor dos dois aspectos das entrevistas estruturadas (que seguem um roteiro pré-definido) e sem estrutura (que baseia-se em uma conversa solta, livre).

Com essa abordagem, é possível fazer uma comparação mais embasada entre os candidatos e garantir uma abordagem personalizada, capaz de explorar os pontos mais relevantes de cada profissional.

Quais técnicas podem ser aplicadas para realizar uma entrevista semiestruturada?

Para conduzir uma entrevista semiestruturada eficiente, vale a pena seguir alguns passos.

  1. Escreva as perguntas mais importantes, que você não pode deixar de fazer aos candidatos.
  2. Desenvolva uma conversa rápida no começo da entrevista, para tentar obter alguns pontos mais importantes que podem fazer a diferença se esse profissional for contratado, tanto positivos quanto negativos.
  3. Dependendo das respostas que você conseguir, é possível desenvolver a conversa a partir desses aspectos, a fim de se aprofundar mais em determinada experiência, competência ou resultado.
  4. Continue a conduzir a entrevista de maneira fluida e natural, sem esquecer de anotar e se aprofundar em outros tópicos que o candidato trouxer espontaneamente.

Quais perguntas podem ser usadas em uma entrevista semiestruturada?

O segredo é aplicar uma entrevista que traga as respostas que o recrutador precisa, e ao mesmo tempo, abra espaço para que o candidato possa apresentar tópicos importantes e que não estavam previstos durante o planejamento do processo seletivo.

Para isso, faça questões abertas que comecem com “Como”, “Quem”, “O que”, “Quando” e “Por que”. A partir das respostas, as outras perguntas surgem naturalmente a partir do que o selecionador considerar relevante.

Além disso, as questões da entrevista semiestruturada possuem algumas características como:

  • possibilidade de improviso, substituição ou encurtamento das perguntas pré-estabelecidas;
  • combinação de questões fechadas e abertas. para extrair o máximo de informação possível;
  • a conversa deve manter um tom informal e deixar o candidato à vontade.

A escolha das perguntas ideais pode variar de acordo com os objetivos da empresa e da vaga que será preenchida. Por isso, para cada processo seletivo, é preciso fazer uma avaliação prévia dos pontos que devem ser desenvolvidos durante a entrevista.

Mesmo com a entrevista semiestruturada, o selecionador pode determinar além das perguntas principais, alguns pontos a serem trabalhados durante a conversa. Esses pontos podem ser listados como tópicos, a fim de servirem como lembretes que o entrevistador tentará abordar durante a conversa.

BÔNUS: Exemplos de entrevistas semiestruturadas

Vamos usar como case uma entrevista para preenchimento de uma vaga para vendedor. Algumas das perguntas que podem ser feitas são:

  • Para você, o que pode influenciar o crescimento das vendas?
  • O que você considera indicador de um cliente satisfeito?
  • Como você reage quando recebe um cliente insatisfeito com o produto ou serviço?
  • Dentro da sua experiência profissional, o que pode ser feito para aumentar as vendas?
  • Qual foi o maior desafio que você experimentou na carreira como vendedor?

A partir das respostas, podem ser desenvolvidas novas perguntas que atendam aos requisitos necessários para a vaga, envolvendo características como motivação, empatia, disciplina, capacidade de persuasão etc.

Dentro de um cargo administrativo, as perguntas podem ser adaptadas para o ambiente corporativo, sendo assim o segundo case que apresentamos como exemplo. Algumas das questões que podem ser feitas são:

  • Como é a sua relação com colegas de trabalho?
  • Quais pontos você considera como fortes e fracos em seu perfil profissional?
  • Como você acha que pode contribuir com a empresa?
  • O que chamou a sua atenção nessa vaga?
  • Como você lida com desafios no ambiente de trabalho?
  • Qual a situação mais difícil que já enfrentou em sua trajetória profissional?

Novamente, considere os tópicos que julgar imprescindíveis para a execução das tarefas relacionadas ao cargo, de acordo com as necessidades da empresa. Esses aspectos podem ser proatividade, organização, relacionamento interpessoal, entre outros.

 

A solução do Taqe usa algoritmos para identificar os candidatos com maior adesão à vaga, ajudando a selecionar os profissionais que possuam as habilidades necessárias para ocupar o cargo. Com isso, o funil do processo seletivo fica muito mais estreito e o recrutador consegue, com a ajuda da entrevista semiestruturada e de outras técnicas, escolher o candidato mais adequado.

Se você quer diminuir o tempo de recrutamento e seleção e garantir um maior alinhamento entre os perfis recebidos e as demandas da empresa, entre em contato conosco e saiba como a nossa ferramenta vai ajudá-lo!




Topics: Recrutamento e seleção, Gestão de pessoas

Nova call to action

Conteúdo exclusivo sobre RH! Inscreva-se:

Últimos Posts