Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

Funil de recrutamento: saiba como ter processos seletivos mais eficientes

Marcelo Marcondes - Atração de Candidatos

Um dos encantos no mundo dos negócios é quando aprendemos a olhar outras áreas da empresa, analisar como os processos internos são conduzidos lá e conseguir pensar em como aplicar algumas dessas metodologias dentro da nossa própria equipe. O funil de recrutamento é um ótimo exemplo disso. O termo “funil” nas organizações nasceu nas equipes de venda e marketing, fazendo com que um mero visitante online se torne um cliente.

Mas, estamos aqui para falar sobre Recursos Humanos, não é mesmo? Por isso, vamos entender como o termo “funil” foi trazido de forma eficiente e inteligente para dentro dos processos de recrutamento. Vem conosco!

O que é funil de recrutamento

A primeira coisa que você precisa entender é que o funil de recrutamento é de fato um funil, onde o topo é maior, possibilitando a “entrada” de vários candidatos. E, à medida que eles passam para as próximas etapas, o caminho vai afunilando. Ao final de toda a jornada, você terá apenas os candidatos mais aderentes à vaga.

Podemos dizer então que o funil de recrutamento é uma ferramenta de planejamento que ajuda os profissionais de recrutamento e seleção a orientarem e selecionarem os candidatos a tomarem uma ação desejada (se candidatar, participar de uma entrevista, realizar um teste, por exemplo). O funil de recrutamento é formado pelas 5 etapas individuais do recrutamento. São elas: atração, conversão, entrevista, oferta e contratação. 

Você começa no primeiro nível do funil com as características quantitativas, essa etapa está relacionada aos anúncios das vagas. As próximas etapas são a análise das candidaturas efetivamente apresentadas até à pré-seleção dos candidatos. As etapas finais são a oferta, aceitação do candidato e a contratação bem-sucedida.

O objetivo do todo é tornar visíveis as fases individuais do processo e determinar a eficiência na forma de índices. A visualização do funil fornece informações claras sobre as conversões entre as etapas do processo.

5 etapas do funil de recrutamento

Agora, para você entender a verdadeira essência desta estratégia, vamos descrever sobre cada etapa com mais detalhes.

Etapa 1: Atração

Esse é o topo do funil, onde a “abertura” é grande e usamos dados quantitativos. Ou seja, é nessa etapa onde os profissionais que buscam emprego serão atraídos pelo seu marketing de recrutamento.

É nesta etapa que você perceberá o quão bom está “Employer Branding”, também conhecida como marca empregadora da sua empresa. Em um mercado de trabalho extremamente competitivo, contar com um forte Employer Branding faz com que a empresa esteja um passo à frente da concorrência.

Os profissionais veem o local como uma ótima opção para desenvolver sua carreira, passando a disputar a oportunidade de trabalhar no local. Assim, a empresa consegue atrair as pessoas mais qualificadas, aumentando as possibilidades de contar com equipes capazes de trazer qualidade, inovação e alta performance. Ou seja, quando a marca empregadora é bem definida, a organização tem mais chances de encontrar os profissionais certos, engajá-los e contratá-los.

Para atrair os candidatos é necessário postar não só informações sobre a vaga, mas também apresentar a empresa, Além disso, uma estratégia eficiente é utilizar gatilhos mentais como, por exemplo, a prova social. Isso podem ser depoimentos de atuais colaboradores relatando o quão bom é trabalhar nesta empresa ou até mesmo prêmios que a empresa tem relacionada a ser um bom lugar para se trabalhar.

Para o seu melhor entendimento, vamos usar um número ao longo de toda a explicação das etapas. Supomos que nesta etapa 1 os anúncios da vaga e a força da sua marca empregadora convenceram 100 visitantes a abrir o anúncio e ler a descrição da vaga.

Etapa 2: Conversão

Enquanto na etapa 1 lidamos apenas com interessados na vaga, na etapa 2 acontece a conversão. Ou seja, é quando os profissionais de fato se candidatem à vaga em aberto. Perceba que aí já acontece um afunilamento. Lembra dos nossos 100 visitantes? Então, nem todos se inscrevem para a vaga. Vamos supor que apenas 70 profissionais desejam se inscrever.

É nesta etapa que a empresa pode analisar alguns pontos percebe alguns pontos como: se há muitos visitantes e poucas candidaturas, algo pode estar errado na sua descrição de vaga ou processo de inscrição. Veja alguns erros mais comuns:

  • A descrição de vaga está muito superficial ou muito complexa;
  • Não existem palavras que façam o profissional sentir que pertence à vaga ou a empresa;
  • O processo de inscrição para a vaga é muito longo ou completo;
  • O processo de inscrição não oferece uma boa experiência de candidatura.

Por isso, é nesta etapa que você pode analisar se a conversão entre visitantes e inscritos está satisfatória. Se desses 100 visitantes, por exemplo, apenas 5 se inscreveram na vaga, é um alerta vermelho para você repensar a descrição da vaga ou processo de candidatura.

Etapa 3: Seleção e entrevistas

A terceira etapa do funil consiste em analisar os critérios de seleção da vaga e comparar com os candidatos inscritos. Com isso feito, passamos para a etapa de testes e entrevistas.

Então, daqueles nossos 70 profissionais que se candidataram à vaga, digamos que apenas 50 se encaixavam nos critérios básicos de seleção. Os 50 candidatos foram convidados a fazer testes e apenas 30 deles de fato realizaram as atividades.

As etapas de testes podem ser sobre conhecimentos básicos, inglês e conhecimentos específicos, isso quem decide são os recrutadores de acordo com cada vaga. Depois dos testes, supomos que apenas 8 deles apresentaram bons resultados nos testes e tenham o perfil comportamental que a empresa busca.

Vale ressaltar aqui sobre o uso de plataformas inteligentes de recrutamento que oferecem esse processo de forma eficiente, automatizada e rápida. Ao longo deste artigo vamos explicar em detalhes os benefícios que a inteligência de dados e a gamificação trazem ao processo seletivo.

Então, esses 8 aprovados nos testes passam para a etapa de entrevista.

Etapa 4: Oferta

E o funil continuará afunilando. Supomos que na etapa de entrevista, entre os 8 candidatos, apenas 3 foram aprovados para a decisão final. Aqui depende de cada empresa para conduzir a decisão final.

A oferta de emprego é feita para o candidato e ele tem a opção de aceitar ou não. Nesta etapa podemos identificar a taxa de aceitação da oferta. Quando a taxa for muito baixa, é um sinal de alerta. Talvez o pacote de benefícios não seja tão atraente ou durante o processo seletivo a empresa não conseguiu atrair o interesse, ou despertar o desejo do profissional de trabalhar ali. Por isso, é interessante sempre estar atento a essa taxa e, se for possível, obter feedback do candidato que recusou a oferta.

Etapa 5: Contratação

Finalmente o profissional, que era um dos 100 visitantes e um dos 70 candidatos que se inscreveram para concorrer a vaga, começa a sua jornada vestindo a camisa da empresa.

Perceba que tudo isso é um processo e a empresa precisa se preocupar em manter o candidato engajado durante todo a jornada de contratação.

Como funciona do funil do Taqe

O TAQE é uma plataforma inteligente de contratação que usa a gamificação para atrair os candidatos oferecendo uma experiência inesquecível de contratação. Se você já achou isso incrível, espera que ainda tem mais: o TAQE conta com a tecnologia de inteligência de dados para coletar, analisar e ranquear os candidatos de acordo com a aderência de cada vaga.

Ou seja, através de poucos cliques do mouse você consegue, de forma rápida, eficiente e automática ter acesso à lista ranqueada com os candidatos que têm mais chances de ser o candidato perfeito para o match.

Dito isso, vamos lhe explicar como todos esses benefícios são aplicados no funil de recrutamento do TAQE.

Dados e KPIs em um só lugar

Imagine toda a sua equipe de Recrutamento e Seleção ter acesso ao mesmo dashboard contendo todas as informações importantes disponíveis em tempo real. Isso significa que vocês podem ter acesso a todas as vagas em aberto, em qual etapa do processo cada vaga está e, depois que a vaga for fechada, o dashboard também oferece KPIs importantes como tempo de preenchimento da vaga, por exemplo.

Isso significa que seu time tem acesso a todos os dados relevantes, conseguem analisar o andamento de cada vaga e quais KPIs estão ou não sendo atingidos durante o mês. A plataforma é muito intuitiva, tem um design atrativo e é fácil de usar, você pode ter acesso a ela através da nossa demonstração gratuita.

Etapas do processo de seleção com a plataforma TAQE

Entenda agora como funciona o fluxo de candidatos nas etapas do processo seletivo. Vale lembrar que esse é apenas um exemplo, cada vaga é totalmente personalizável e essas etapas podem ser configuradas durante a criação das vagas. Veja algumas possibilidades de etapas:

  • Candidaturas: o time tem acesso a todas as candidaturas recebidas pelas vagas. Elas são 100% digitais e possuem o mesmo formato, pois elas são coletadas através de uma mesma jornada gamificada. É nesta etapa que você pode também ranquear os candidatos de acordo com os critérios de seleção.
  • Entrevista online: nesta etapa você saberá quem passou para a entrevista online e poderá ter acesso a informações relevantes que os recrutadores destacaram durante as entrevistas.
  • Redação: como uma etapa adicional, a redação pode ou não ser exigida durante o processo seletivo. Nesta etapa estarão todas as informações de quais candidatos tiveram os melhores resultados durante a atividade de escrita.
  • Dinâmica em Grupo: nem todas as vagas possuem essa etapa, dependerá de como os recrutadores querem conduzir o processo. É nesta etapa que você encontrará todos que participaram da dinâmica e também quem apresentou os melhores resultados de acordo com o avaliador.
  • Entrevista com Recrutador: todos os candidatos desta etapa realizaram a entrevista com o recrutador e/ou com o gestor do time em que a vaga é destinada.
  • Aprovados: os candidatos que são aprovados serão enviados para esta etapa onde você poderá decidir para quem vai primeiro receber  a oferta da vaga, por exemplo.
  • Exame admissional: informações básicas sobre o exame admissional desta vaga.
  • Documentação: aqui estará a lista da documentação necessária e coletada para a contratação.
  • Contratados: quem é ou quais são os contratados. Lembrando que você pode utilizar o mesmo processo seletivo para selecionar diferentes candidatos para a mesma vaga, se for necessário.

Com o Taqe, você gerencia cada etapa do funil de recrutamento no dashboard.

Banco de Talentos: candidatos já triados disponíveis para serem contratados

Imagine que você precise contratar de forma rápida e manter os padrões de contratação de acordo com todos os critérios de seleção das vagas? É possível! Tudo isso porque você pode contar com o Banco de Talentos do TAQE.

O Banco de Talentos é formado por candidatos que já passaram pela jornada de candidatura. Ou seja, já conhecemos o perfil comportamental, sua geolocalização e sabemos as notas dos testes realizados. O que o time de recrutamento precisa fazer é cadastrar a vaga com os critérios de seleção e, através de alguns cliques, cruzar esses critérios com os candidatos já cadastrados no banco.

Vamos juntos definir o funil de recrutamento da sua empresa?

Nós estamos aqui para te ajudar a recrutar os melhores talentos de forma eficiente, rápida e clara, oferecendo uma experiência incrível aos candidatos. Empresas como Santander, Sequoia, Natura e Coca-Cola FEMSA já contratam utilizando o TAQE.

Venha participar de uma demonstração gratuita com o nosso time e conte você também com os nossos especialistas para definir o funil de contratação da sua empresa.

Topics: Recursos Humanos, Recrutamento e seleção, Gestão de pessoas, Processo Seletivo

Nova call to action