Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

Líderes: 8 dicas para delegar com sucesso

Ana Maria Correa

Delegar responsabilidades de tomada de decisão aumenta a produtividade, o moral e o comprometimento da equipe e afeta de forma direta na cultura da empresa. Isso é o que afirmam os autores Jeffrey Pfeffer e Charles O’Reilly no livro Hidden value: how great companies achieve extraordinary results with ordinary people. Essa não é uma constatação nova, visto que lá em 2015, a Gallup já revelou que, ao observar 500 empresas, identificou que quando os executivos delegavam a autoridade para sua equipe, a empresa apresentava três características:

  • Crescimento acelerado;
  • Maior receita;
  • Maior criação de empregos.

Esses resultados vão ao encontro com John C. Maxwell, que escreveu o livro Developing the leaders around you, onde publicou: “se quiser realizar pequenas tarefas corretamente, faça você mesmo. Se quiser alcançar grandes realizações e causar um grande impacto, aprenda a delegar”.

A prática, entretanto, não segue o que diz a teoria, na maioria das vezes. Os líderes sabem que eles devem delegar, mas muitos encontram obstáculos ao longo do caminho. Não estamos falando de líderes sem experiência, muitas vezes, esse problema começa no topo. Os líderes têm dificuldade de delegar responsabilidades e acabam delegando apenas tarefas. Todos perdem nesta situação, pois os subordinados não recebem o aprendizado e a oportunidade de crescimento e os líderes se vem mergulhados em responsabilidades que poderiam ser delegadas.

Há inúmeros motivos que fazem com que os líderes não deleguem responsabilidades, mesmo tendo conhecimento da importância. Entre eles, podemos citar a falta de exemplo ao longo da carreira, já que essa evolução corporativa entrou há poucos anos em pauta e, também com medo de manchar a reputação, já que ao delegar, a equipe pode criar a imagem de que o executivo não conhece a área que gerencia. Contudo, isso só acontece quando o líder não sabe gerenciar da maneira correta ou a empresa não tem clara a importância de delegar.

Quando os líderes seniores não sabem delegar, a cultura da organização sofre. O ato de delegar exige autoconhecimento para identificar a resistência de se sentir confiante para encarregar a equipe com responsabilidades. No livro Imunidade à mudança escrito pelos professores da Harvard Graduate School of Education, Robert Kegan e Lisa Lahey, é indicado que os líderes definam seus objetivos e descrevam os comportamentos que estão fazendo os paralisarem na hora de delegar.

Para que o líder sênior comece a delegar e cumprir as metas, ele precisa enfrentar os sentimentos que o bloqueiam e começar a desafiar os próprios pressupostos sobre o “e se”. O começo deve ser devagar, delegando responsabilidades de baixo risco e analisar se as hipóteses são de fato verdadeiras ou estão só ligadas à insegurança do próprio líder.

O outro lado desta moeda também deve se preparar para receber responsabilidades. Os membros da equipe devem identificar as preocupações e desafiar a insegurança sobre o que vai acontecer se eles assumirem novas funções e desafios dentro da empresa.

Quando esse passo é dado tanto pelo líder quanto pela equipe, acontece a mudança de comportamento. Para lhe ajudar a ter mais segurança neste processo, veja 8 dicas práticas usadas por líderes que já delegam com sucesso dentro da equipe:

  1. Escolha a pessoa certa

Nem todos da equipe estão preparados para receber mais responsabilidades. É preciso identificar através de habilidades, interesses e conhecimento quem melhor se encaixa para receber esse novo desafio. É importante demonstrar que essa responsabilidade deve chegar como uma recompensa ao bom trabalho executado até agora. Se ninguém ainda está preparado, é indicado escolher um membro e prepará-lo por alguns meses para assumir a tarefa.

  1. Deixe clara as expectativas de responsabilidade e autonomia

Tanto o líder quanto o membro da equipe devem ter claro sobre qual é a responsabilidade e qual o nível de autonomia que está sendo dado. Um líder que sabe delegar informa onde a equipe tem e onde não tem autonomia e explica todos os porquês.

  1. Explique o que é esperado como resultado

Um bom líder deve descrever os resultados esperados em detalhes. Além de deixar claro onde se quer chegar, mostra-se também a importância deste resultado para a estratégia da empresa. Outro ponto que deve ser esclarecido é como esse resultado será medido – quais os indicadores e critérios serão usados para medir o sucesso.

  1. Ofereça os recursos necessários

O bom líder já sabe quais os recursos necessários para que o resultado esperado seja obtido. Ele deve garantir que treinamentos, dinheiro, suprimentos, tempo e recursos humanos estejam disponíveis para que a equipe possa trabalhar de forma coerente.

  1. Garanta feedback na hora certa

Estabelecer os pontos de referência e as reuniões de feedback para que o gerenciamento seja realizado em um nível correto. A equipe ou o membro deve prestar contas ao líder e discutir ações e resultados.

  1. Dê abertura para novas formas

Um líder de verdade sabe deixar de lado o apego de como as tarefas eram conduzidas por ele. O membro ou a equipe deve ter a liberdade de usar a criatividade para definir novas abordagens para que os mesmos ou até melhores resultados sejam atingidos.

7. Sabe motivar

Gerar estímulos, se colocar no papel de coach, intervir, recuar e alinhar expectativas deve estar dentro das responsabilidades deste líder que sabe delegar. É preciso estar disponível não só durante a execução da tarefa, mas também na comemoração com a equipe, depois que o sucesso foi alcançado.

8. Tolera erros e sabe lidar com riscos

Erros vão acontecer e é preciso saber lidar com todos os riscos que envolvem o ato de delegar responsabilidade. Um bom líder usa situações para mostrar pontos de aprendizados e melhoria e jamais deve usar do erro para justificar o motivo de nunca ter delegado essa responsabilidade antes.

Delegar oferece aos líderes mais tempo para se concentrar em prioridades estratégicas e otimizar o recurso de tempo. Além disso, a equipe ganha através do desenvolvimento do senso de responsabilidade. A empresa sente os resultados na essência, na cultura organizacional, já que o ato de delegar acaba sendo incorporado dentro da organização.

https://hbrbr.uol.com.br/oito-dicas-para-os-lideres-delegarem-com-sucesso/

 

 

Topics: Indicadores, Recursos Humanos, Gestão de pessoas

Nova call to action

Conteúdo exclusivo sobre RH! Inscreva-se:

Últimos Posts