Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

Tudo sobre Psicologia Organizacional e como aplicar na área de RH

Ana Maria Correa

Você já ouviu falar na psicologia organizacional? Trata-se de uma abordagem já presente em grandes empresas e que pode impactar fortemente no desempenho da organização e na relevância da marca.

Os Recursos Humanos que contam com profissionais dessa formação têm uma gestão muito mais rica e são capazes de lidar melhor com as equipes.

Quer entender melhor como funciona? Então, continue a leitura!

O que é e para que serve a psicologia organizacional?

A psicologia organizacional tem como foco a aplicação das teorias e conceitos sobre psicologia nas empresas, preocupando-se com a saúde mental e bem-estar dos funcionários, além de estudar os diversos comportamentos e dinâmicas dentro do ambiente laboral.

Essa vertente da psicologia também é conhecida como psicologia industrial-organizacional, psicologia de negócios ou simplesmente psicologia de trabalho. Ela serve para ajudar no desenvolvimento das pessoas, diminuir a incidência e a gravidade dos conflitos, além de fortalecer a ligação entre empresa e funcionários.

Qual é a importância da psicologia organizacional para o RH?

O setor de Recursos Humanos lidam com diversas questões que envolvem o fluxo de trabalho da empresa, como recrutamento e seleção, estruturação de equipes, produtividade, questões de relacionamento interno e de clima organizacional, entre outros. Em muitas empresas, o gestor desse departamento atua como uma conexão e um canal de comunicação entre os CEOs e a mão de obra.

Além disso, algumas questões mais sérias podem afetar o ambiente, como denúncias de assédio (moral ou sexual).

A psicologia organizacional ajuda na realização dessas tarefas, aplicada em testes comportamentais e pesquisas de clima organizacional, a fim de que as metas da empresa sejam alcançadas. Essa vertente da psicologia apoia a execução de um RH estratégico, considerando fatores como engajamento, habilidades emocionais e clima organizacional.

Qual é a relação entre psicologia organizacional e a marca empregadora?

As corporações que trabalham com o conceito de psicologia organizacional têm uma preocupação maior com aspectos diretamente ligados ao bem-estar do colaborador, à qualidade de vida, ao ambiente de trabalho positivo, entre outros aspectos que influenciam diretamente o nível de satisfação dos funcionários.

Isso faz com que haja uma melhora na reputação da empresa como empregadora, ou seja, seu employer branding é favorecido. Como consequência, além de funcionários melhor preparados que querem fazer parte da corporação, os empregados atuais apresentam maior engajamento e resultados acima das expectativas.

Como aplicar a psicologia organizacional dentro da empresa?

A psicologia organizacional não é apenas um conceito ou um ponto dentro da cultura da empresa. Ela possui uma aplicação prática em cada uma das atividades do setor de Recursos Humanos. Entenda melhor cada uma.

Gestão e diagnóstico do clima organizacional

As ações promovidas pela psicologia organizacional promovem a construção de um ambiente muito mais favorável, colaborativo e saudável. Isso afeta diretamente o clima organizacional da empresa.

Com a prática dessa vertente da psicologia, é possível entender o grau de satisfação dos colaboradores de maneira mais aprofundada e propor mudanças que estimulem a motivação e solucionem possíveis conflitos internos ou problemas na comunicação.

Recrutamento e seleção

O recrutamento e seleção precisa de um processo muito bem pensado e cuidado para que seja feito com eficiência, trazendo os melhores talentos para a empresa. Esse trabalho requer uma avaliação que considere aspectos comportamentais dos candidatos, como testes psicológicos, dinâmicas, provas situacionais, entre outros.

Além dos recursos que a psicologia organizacional oferece para identificar as competências e recrutar esses profissionais, é importante contar com a ajuda de uma plataforma inteligente que permita cadastrar os pré-requisitos básicos de cada vaga e favorecer a triagem, afinal, uma seleção de talentos costuma contar com um alto número de candidatos. Otimizar esse trabalho é indispensável para que a contratação seja feita em tempo hábil.

Planos de carreira

A psicologia organizacional pode ser usada para ajudar no planejamento de carreiras e da sucessão de cargos dentro da empresa, pensando em um caminho linear para os colaboradores e com aumento de cargos.

Ela ajuda a identificar quais são as melhores opções para os trabalhadores, de acordo com o perfil de cada um. Além disso, auxilia na percepção dos colaboradores mais preparados para determinadas vagas, por exemplo, pessoas com habilidades de liderança para ocupar cargos de gestão de equipes.

Avaliação de desempenho

As avaliações de desempenho não consideram apenas os resultados em produtividade apresentados pelos funcionários. Ocorre também a avaliação de aspectos comportamentais que afetam a performance dos colaboradores, e que são considerados até mesmo para um feedback voltado para o desenvolvimento desses funcionários.

Gestão de conflitos

Qualquer ambiente de trabalho, mesmo que harmonioso e com equipes que conseguem trabalhar bem juntas, em algum momento sofre de problemas de relacionamento entre os funcionários.

Aplicar a psicologia organizacional ajuda a identificar e até mesmo a prevenir esse tipo de problema, favorecendo cada vez mais a manutenção de um clima organizacional extremamente positivo.

Plano de benefícios

Os benefícios impactam diretamente a motivação dos colaboradores e precisam de um planejamento bem estruturado para que funcionem. Esse planejamento deve levar em consideração as necessidades dos empregados, a fim de que os benefícios realmente ajude a resolver problemas e contribua para a qualidade de vida.

Além disso, se o plano de benefícios for flexível, abre espaço para que os profissionais sejam ouvidos e demonstra preocupação da empresa em fornecer as melhores condições possíveis. Isso tem como retorno maior dedicação e comprometimento nas tarefas diárias.

Espaço físico e ergonomia

Como destacamos acima, a psicologia organizacional preocupa-se com o bem-estar dos funcionários. E ter instalações que ofereçam uma boa ergonomia faz toda a diferença para a saúde e a qualidade de vida dos trabalhadores.

Dentro desse conceito, temos mesa e cadeiras confortáveis e na altura correta, iluminação adequada, ajustes para pessoas com necessidades especiais, entre outros cuidados.

Quais os benefícios da psicologia organizacional para a empresa e para o RH?

A adoção da psicologia organizacional traz uma série de melhorias importantes para a corporação, indo além da colaboração para um employer branding consistente. Destacamos aqui as principais vantagens que essa prática é capaz de proporcionar.

Recrutamento e seleção mais assertivo

Com o conhecimento das necessidades da empresa e a identificação das características comportamentais dos funcionários, o processo seletivo promove a contratação das pessoas mais bem preparadas e indicadas para preenchimento da vaga.

Isso faz com que a empresa diminua os custos e consiga empregar profissionais que irão colaborar a longo prazo.

Diminuição do turnover

A diminuição do turnover ocorre como consequência de uma contratação mais acertada. Boa parte dos desligamentos ocorrem por não identificação do profissional com o ambiente da empresa, ou até mesmo pela falta de habilidades comportamentais importantes para o exercício da função.

Ao identificar as competências como pré-requisitos durante a seleção, aumenta muito a possibilidade de que esse novo colaborador consiga se adaptar mais facilmente e permaneça na empresa por mais tempo, diminuindo os custos e aumentando o retorno sobre os investimentos desse processo seletivo.

Aumento da produtividade

Um funcionário com alto poder de concentração certamente se sairá melhor em atividades analíticas e que exigem raciocínio, assim como pessoas extrovertidas têm mais facilidade para lidar diretamente com clientes e vender bem. Esses são apenas alguns exemplos sobre como as características comportamentais influenciam no desempenho.

Outro detalhe importante é a preocupação da psicologia organizacional com o bem-estar dos profissionais. Trabalhando em um local tranquilo e no qual eles se sintam à vontade, certamente essas pessoas irão apresentar resultados bem mais significativos, produzindo mais e melhor.

Melhores resultados nas pesquisas de clima organizacional

O clima organizacional positivo é essencial para que a empresa consiga crescer e alcançar suas metas para o período, afinal, esse desenvolvimento depende diretamente da dedicação dos profissionais. Dificilmente os colaboradores terão um empenho acima das expectativas em um local com condições precárias de trabalho e com conflitos constantes.

Ao trabalhar a psicologia organizacional, o RH observará resultados melhores nas pesquisas de clima. O engajamento dos profissionais e o alcance das metas virão com consequência desse esforço.

Aumento da qualidade de vida entre os funcionários 

Percebemos nas empresas nas quais não há a preocupação com o colaborador, tampouco a aplicação da psicologia organizacional, problemas emocionais e de saúde constantes. A qualidade de vida é um fator importante para todas as empresas, refletindo até mesmo no nível de serviço prestado e na satisfação dos consumidores, afinal, profissionais que estão bem conseguem atender muito melhor.

Também é possível perceber uma diminuição nos atestados médicos e nas ocorrências de estresse, depressão e ansiedade entre os empregados.

Apresentamos aqui o que é a psicologia organizacional e como ela influencia a sua empresa, com suas práticas mais comuns e benefícios. Lembre-se de que, dentro de um processo seletivo, ela é extremamente eficiente, mas têm resultados ainda melhores quando coordenada com uma plataforma que auxilie na triagem de acordo com as habilidades definidas para a função.

A solução do Taqe permite essa seleção mais apurada, ajudando na identificação de competências técnicas e comportamentais, além de apresentar os profissionais mais alinhados à vaga. Saiba mais sobre essa função e como as competências comportamentais são importantes neste artigo.

Topics: Recursos Humanos, Recrutamento e seleção, Gestão de pessoas

Nova call to action

Conteúdo exclusivo sobre RH! Inscreva-se:

Últimos Posts