Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

People Analytics: O que é, para que serve e como aplicar no recrutamento e seleção?

Marcelo Marcondes
Sigam me:

O recrutamento e a seleção de talentos pedem cada vez mais atenção para que sejam realizados com eficiência e promovam contratações com um bom retorno sobre o investimento. O setor de Recursos Humanos de diversas organizações passou a aplicar o People Analytics para aumentar o índice de acerto desse processo, conseguindo escolher os profissionais mais alinhados às necessidades e à cultura da organização.

O relatório anual de tendências de Capital Humano de 2017, realizado pela Deloitte, indicou que 71% dos líderes reconhece a importância do People Analytics para a sua empresa. No Brasil, o tema foi citado como importante por 85% dos entrevistados. Diante dessas informações, fica fácil compreender porque todos os gestores e profissionais de RH precisam saber mais sobre isso.

Quer entender melhor o People Analytics, suas aplicações e como ele pode ajudar a sua corporação? Continue a leitura!

O que é o People Analytics?

Podemos definir o People Analytics como uma metodologia baseada em coleta, análise e organização de dados ligados ao comportamento das pessoas, ajudando a identificar padrões e prever tendências.

Essa abordagem facilita a gestão de pessoas e dá uma base robusta para uma tomada de decisões coerente, que leva em consideração o cenário atual da empresa. Por meio da sua aplicação, é possível otimizar recursos e obter insights valiosos.

Para que serve o People Analytics?

Dentro da gestão de pessoas, o People Analytics ajuda a prever o comportamento dos colaboradores, conseguindo assim antecipar tendências e em cima disso, traçar estratégias com maior índice de acerto e aprimorar a tomada de decisão.

Essa abordagem é aplicável em diversos aspectos da administração de pessoas em uma organização, como: recrutamento e seleção, elaboração e remanejamento de equipes, para aumentar o engajamento e eficiência, entre outros.

Com o uso do People Analytics, o Recursos Humanos tem uma atuação muito mais estratégica, baseada em um cenário claro da empresa e voltada para o alcance de objetivos.

Nova call to action

Quais são os benefícios que a aplicação do People Analytics traz?

Usar o People Analytics de maneira estruturada, como parte das tarefas do RH, traz diversos benefícios para a empresa, que podem impulsionar seu crescimento. Conheça as principais vantagens.

Facilita a tomada de decisões

Como já citamos, as decisões baseadas em People Analytics tem maiores chances de acerto. Isso ocorre porque o RH costumava montar suas estratégias baseadas em impressões subjetivas, que nem sempre condizem com a realidade.

Com a metodologia do People Analytics, é possível mensurar diversos processos relacionados aos funcionários e avaliá-los, obtendo assim um ponto de partida bem claro.

Aumenta a retenção de funcionários

O custo de contratação de um colaborador é alto. Por isso, manter essa pessoa trabalhando por um bom tempo para a empresa é essencial para que essa contratação seja realmente vantajosa.

Aplicar a metodologia faz com que o RH consiga identificar os funcionários que estão prestes a deixar a organização, promovendo ações que aumentem a retenção desses profissionais.

Melhora da produtividade

O People Analytics ajuda a identificar os fatores que influenciam uma boa produtividade, incluindo competências, treinamentos, abordagem da liderança e outras políticas do Recursos Humanos.

Avaliando essas informações, os gestores conseguem identificar os padrões que trazem melhores resultados e incluí-los nas próximas estratégias.

Colaboradores mais satisfeitos

Com informações coletadas em feedbacks, pesquisas e entrevistas é possível entender o que incomoda seus funcionários e os benefícios que realmente são valorizados por eles, promovendo ações que aumentem a satisfação desses profissionais.

A satisfação dos empregados é um dos pilares para uma empresa de sucesso e deve ser priorizada.

Como aplicar People Analytics no recrutamento e seleção?

O primeiro passo para o uso do People Analytics para o recrutamento e seleção é definir qual é a marca empregadora que você quer que a sua empresa carregue, como você quer que os funcionários se sintam ao trabalharem para ela e o que a torna diferente como empregadora.

A partir dessas identificações, o uso de dados e de análises pode mostrar o quanto essa imagem condiz com a realidade.

Você pode, por exemplo, realizar a análise de sentimentos em relação à empresa em entrevistas ou pesquisas por redes sociais, para entender se a marca empregadora é realmente bem-sucedida.

Boa parte das empresas usa a maior parte dos canais disponíveis para divulgar suas vagas. Com a análise de dados, é possível avaliar quais veículos apresentam maior taxa de sucesso e se concentrar nos mais eficientes, capazes de atrair as pessoas com maior aderência ao perfil determinado pela organização. Com isso o recrutamento é segmentado, mas apresenta maior eficiência.

O RH também está usando o People Analytics para identificar as pessoas que possuam as competências necessárias para ocupar determinada função e propensas a trabalhar para a empresa por muito mais tempo.

Com o uso de ferramentas que ajudam na coleta e análise de dados, é possível avaliar as habilidades e o fit cultural, encontrando assim os candidatos realmente mais adequados, construindo um funil de recrutamento alinhado com as necessidades da empresa.

O que é funil de recrutamento e seleção e como estruturar?

O conceito do funil de recrutamento e seleção é muito similar ao funil de compras. Ele começa quando o profissional constata que precisa de um novo emprego, até a sua contratação pela empresa, passando por fases nas quais são realizadas triagens até que ele se torne um funcionário.

Essas fases são de divulgação da vaga, recebimento de currículos, triagem dos currículos, entrevistas com o RH, dinâmicas, entrevistas com o gestor e, finalmente, a contratação.

Para estruturar esse funil, é importante contar com ferramentas que ajudem a fazer a divulgação e a triagem. Essas ferramentas devem contar com recursos de inteligência de dados para que consigam fazer a seleção de perfis de maneira otimizada e com baixa margem de erro.

Como aplicar a triagem inteligente no seu processo seletivo?

Inclua um teste de cultura e perfil durante a seleção, logo nos primeiros passos da candidatura. O Taqe tem em sua solução uma ferramenta que ajuda a fazer essa análise, dentro do conceito de gamificação ― ou seja, os candidatos realizam testes divertidos que já identificam o nível das competências que a empresa julga importantes para a vaga.

Com isso,é possível realizar uma pré-triagem, identificando os perfis com maior adesão e encaminhando essas pessoas dentro do funil de recrutamento.

Outros critérios de avaliação também podem ser aplicados, como a geolocalização e a avaliação do fit cultural.

Nova call to action

Quais as funcionalidades do software de recrutamento e seleção do Taqe?

O software de recrutamento e seleção do Taqe é uma solução completa para otimizar os processos seletivos da sua empresa. Ele conta com módulos que atendem a cada etapa do funil de recrutamento: preparação e distribuição dos anúncios de vagas, pré-seleção e avaliação de candidatos, ferramentas para monitoramento e avaliação para acompanhar o processo e mensurar os resultados.

Neste aplicativo, é possível criar parâmetros com os perfis dos candidatos e realizar avaliações das pessoas que se interessarem pelas vagas. Se houver “match”, ou seja, se houver compatibilidade entre a pessoa e o perfil procurado, esse profissional é convocado para participar da próxima etapa de seleção.

O software do Taqe otimiza todo o processo seletivo com aumento de qualidade na triagem, fornecendo assim resultados otimizados e eficazes.

[BÔNUS] Como o Taqe fez o R&S de toda CSC da Coca-Cola FEMSA em 40 dias (Usando People Analytics)

A Coca-Cola FEMSA planejou a mudança da Central de Serviços de Jacareí para São Paulo, precisando assim de novas contratações para compor o time na nova cidade.

O Taqe teria que localizar em período curto de tempo os profissionais mais qualificados para as vagas em aberto, considerando todas as necessidades de cada uma das funções.

Entre os desafios encontrados pela empresa durante esse projeto, estava a falta de clareza em relação ao quadro de funcionários, o prazo de tempo extremamente curto (40 dias), as diferentes áreas e níveis para os quais as contratações seriam feitas.

Os problemas foram solucionados com o mapeamento dos cargos e níveis, definindo o perfil dos candidatos ideais. A atração foi feita em diversos canais, e a triagem realizada com a ajuda de algoritmos, ordenando os candidatos selecionados de acordo com o grau de aderência aos critérios pré-estabelecidos.

Como resultados, entre os mais de 42 mil candidatos inscritos nos processo seletivo, a contratação de 77 pessoas foi feita em tempo recorde, dentro dos parâmetros estabelecidos. Foram necessárias apenas 2 reposições após o processo, o que atesta a eficiência das estratégias aplicadas.

O uso do People Analytics no recrutamento e seleção é mais do que uma tendência. Trata-se de uma estratégia capaz de maximizar os resultados e que traz para a empresa contratações muito mais acertadas, fazendo uso inteligente do tempo e dos recursos financeiros investidos.

Se você quer aproveitar todas os benefícios que o big data pode promover para a sua empresa dentro da seleção de talentos, entre com contato conosco, conheça o nosso software e construa equipes competentes e engajadas para a sua organização!

 

 

Topics: Recursos Humanos, Recrutamento e seleção, Gestão de pessoas

Nova call to action

Conteúdo exclusivo sobre RH! Inscreva-se:

Últimos Posts