Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

A flexibilidade é a chave oculta da felicidade no local de trabalho

Marcelo Marcondes - Atração de Candidatos

Vamos ser sinceros: a maioria dos funcionários não está feliz no trabalho. De fato, pesquisas da Gallup mostram que 85% delas em todo o mundo não estão engajadas. Isso cria uma série de problemas para as empresas, e cabe aos profissionais de RH reorientar os valores da organização em um esforço para se concentrar e valorizar o funcionário. Como os líderes de RH podem capacitar suas organizações para fazer com que os funcionários não apenas gostem de trabalhar, mas também sintam orgulho da empresa?

A experiência dos funcionários é essencial para alimentar metas críticas de negócios, desde a atração e retenção de talentos com sucesso até o aumento da satisfação do cliente, lealdade à marca e, finalmente, receita. E, de acordo com  Priming a New Era of Digital Wellness, um novo estudo realizado pela Quartz Insights, criando ambientes de trabalho flexíveis e fornecendo acesso às ferramentas que as pessoas precisam e preferem usar para realizar as tarefas, é o segredo para entregá-lo e melhorar o engajamento, a produtividade e resultados.

Tecnologia simplificando processos

Em uma pesquisa global com mais de 1.000 trabalhadores realizados em indústrias nos Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Brasil, China, Japão e Austrália, os pesquisadores da Quartz descobriram que 90% dos entrevistados com acesso à "boa tecnologia" relatam ser mais produtivos.

O que define "boa tecnologia" para os funcionários de hoje? Em uma palavra: simplicidade. Entre os que participaram da pesquisa Quartz, quase 84% disseram querer apenas aplicativos intuitivos e fáceis de usar.

Automatização em prol do tempo e da criatividade

Além disso, três em cada quatro indicaram que a tecnologia deve eliminar o atrito e automatizar as tarefas domésticas que dominam seus dias, para que possam se concentrar no trabalho significativo que foram contratados e desejam realizar. Essas são ideias valiosas para os líderes de RH, cujo trabalho é reconhecer e atenuar as lacunas na experiência dos funcionários.

As pessoas não querem gastar seu tempo enviando pedidos de compra, arquivando despesas ou procurando informações. Eles querem ser criativos e inovadores e usam suas habilidades especiais para agregar valor.

Liberdade e flexibilidade

Os funcionários modernos também desejam - e esperam - o controle sobre quando, onde e como eles trabalham e veem a tecnologia digital junto com novas e mais flexíveis disposições de trabalho como uma maneira de obtê-la.

Quando solicitados a classificar os fatores em termos de sua capacidade de criar um ambiente de trabalho que lhes permitam fazer o melhor trabalho em ordem de importância, os entrevistados da pesquisa Quartz colocam os acordos de trabalho flexíveis em terceiro, atrás apenas de salário e liderança. E mais de 75% disseram que uma maior flexibilidade com seu horário de trabalho os ajudaria a inovar e a serem mais criativos.

É claro que, para atrair e reter talentos no mercado de trabalho restrito de hoje e impulsionar seus negócios, os profissionais de RH precisam promover uma mudança na mentalidade da empresa, repensando o que significa "local de trabalho" e criar ambientes digitais que acomodem novos modelos de trabalho e forneçam acesso ao ferramentas e informações que os funcionários precisam para fazer o melhor trabalho quando e como desejam.

Meça o valor, não a saída

Quando se trata de tecnologia, não é mais uma questão de produção, mas o valor que ela cria para os funcionários. Os melhores profissionais de RH já estão ouvindo seus funcionários e já reconhecem isso e estão focados em projetar experiências centradas nas pessoas que inspiram e capacitam seus funcionários. E eles estão entregando resultados transformadores.

https://www.tlnt.com/flexibility-is-the-hidden-key-to-workplace-happiness/

Topics: Recursos Humanos, Gestão de pessoas

Nova call to action

Conteúdo exclusivo sobre RH! Inscreva-se:

Últimos Posts