Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

Como o Taqe impulsionou diversidade no Mobile Dream, programa de jovens talentos do Grupo Movile

Ana Maria Correa

Construir times diversos é uma estratégia valiosa para empresas, pois abre um leque de colaboradores com características diferentes e que podem contribuir com inovação, criatividade e engajamento.

De acordo com um estudo feito Delivering through diversity, quando as empresas investem em diversidade e inclusão, tendem a aumentar a rentabilidade da empresa porque passam a contar com pontos de vista diferentes sobre uma mesma ótica. Esse é o fator-chave para a inovação

Por outro lado, existe um longo caminho a ser trilhado na diversidade e inclusão, e tudo começa no processo seletivo. Sabendo disso, o Grupo Movile, que já vem há algum tempo buscando se tornar um espaço mais diverso e inclusivo, usou o Taqe para fazer a triagem no seu programa de atração e recrutamento de jovens talentos.

A meta era recrutar 70% de candidatos diversos, focando em grupos minorizados para a turma do Mobile Dream 2021. O resultado? Foram 182 pessoas contratadas, sendo que na dinâmica de grupo tínhamos 75% de candidatos diversos, e entre as contratações a representatividade foi de 81%

Que tal conhecer mais de perto esse caso?

O começo da história: quem é o Grupo Movile

O Grupo Movile é um ecossistema formado pelas marcas iFood, MovilePay, PlayKids, Afterverse, Sympla, Zoop, que trabalham para criar tecnologia e negócios que impactem positivamente a vida das pessoas Esse grupo de empresas trabalha em conjunto para obter crescimento e trazer soluções disruptivas para a economia global e, consequentemente, para o mercado de trabalho. 

Além do Brasil, o Grupo também atua na Argentina, Colômbia, Chile, Estados Unidos, México e Peru. Já são mais de 5.000 Movilianos e Movilianas que formam uma comunidade bastante engajada na causa da empresa: melhorar a vida de 1 bilhão de pessoas.

Desafios em ter um time diverso

Para construir negócios com potencial global, o Grupo Movile conta com empresas em alguns segmentos , que são: Food, Fintech, Live Experiences, Logistics e Kids Content. Isso gera uma necessidade de encontrar talentos que estejam alinhados com a cultura organizacional, o propósito das empresas e o jeito de fazer as coisas — refletindo em processos ágeis e ambiente com bastante sinergia.

Sendo assim, a diversidade na empresa entra aqui como uma grande aliada para formar times criativos e inovadores. O Grupo entendeu que, quando você contrata pessoas de diferentes etnias, gêneros, entre outros, também estimula a troca de experiências e o compartilhamento de ideias. 

Cada um, na sua individualidade, consegue ter uma experiência única enquanto consumidor, dando um feedbacks transparente e que trazem a tona realidades complementares genuínas e ajudando a gerar múltiplas percepções sobre um mesmo viés. Além disso, o Grupo ganha pessoas muito diversas, aumentando a base de colaboradores de alta performance (ou melhor, os Movilianos e Movilianas).

Porém, olhando para o contexto, havia diversos desafios. Por um lado, uma pandemia que trazia medo sobre um futuro desconhecido, por outro, um desejo enorme de melhorar os números de diversidade, que na época estavam em:

  • 45% de mulheres;
  • 25% dos negros;
  • 37% das mulheres na liderança.

Mas então, o que fazer, afinal? 

Programa Mobile Dream

Diante disso, surgiu o Programa Mobile Dream. Um programa de estágio e jovens talentos, diferente do que costumamos ver em outras empresas. Ele seleciona profissionais graduandos e graduados para compor o Grupo com o objetivo de impulsionar suas carreiras ao longo do tempo.

O programa surgiu com o propósito de atrair, recrutar e acelerar jovens com alto potencial nas empresas que fazem parte do Grupo Movile. A ideia é formar os talentos que estão começando a carreira para serem líderes de projetos, times e negócios. 

Tudo isso para atingir três sonhos grandes:

  • criar um programa de talentos único, tornando o maior do Brasil;
  • trazer um próximo (ou próxima) CEO, Head e outras lideranças;
  • diversificar os talentos e encontrar pessoas fora do padrão.

A meta era clara: recrutar 70% de pessoas diversas (mulheres, etnia e LGBTQI+) ao final do Mobile Dream. Porém, ainda que o Grupo Movile tenha muita vontade de alcançar esses números, os desafios também eram grandes. 

Era preciso encontrar candidatos que estivessem alinhados a todos os valores que já falamos aqui. Ao mesmo tempo, era preciso também proporcionar uma experiência positiva durante o processo, mesmo com alto volume de vagas. 

Encontro com o Taqe: como funcionou o programa Mobile Dream 

E agora? Como atrair talentos tão diversos e que tenham o fit cultural do Grupo Movile?

Depois de longos meses planejando o programa, a parceria com a plataforma da Taqe foi fechada. Em apenas 6 dias úteis, o programa já foi lançado. 

Foram 25.973 candidatos que participaram de aulas e testes em formatos de jogos na plataforma, permitindo que os recrutadores analisassem conhecimentos, competências, personalidade e cultura.

Essas pessoas vinham de 17 estados com ideias e costumes diferentes, 78 universidades de metodologias variadas e 69 cursos de áreas de conhecimento distintas. Na prática:

  • 59% da área de tecnologia;
  • 40,1% consideradas pretas ou pardas;
  • 54,9% mulheres;
  • 32% LGBTI+.

Ou seja, 81% dos candidatos faziam parte de  ao menos um grupo minorizado. Entenda como foram as 9 etapas do processo seletivo.

1. Inscrição

Depois de serem impactados pela divulgação da campanha nas mídias digitais, os interessados eram levados até a página de carreiras, onde recebiam o convite de inscrição na plataforma do Taqe. O candidato fazia um cadastro e participava de uma série de aulas e testes em que respondia sobre si mesmo, por meio da gamificação do Taqe.

2. Fit Cultural

Enquanto o candidato interagia na plataforma participando de testes e jogos, o algoritmo do Taqe coletou dados para traçar um perfil. Foram feitos testes para:

  • avaliar a personalidade, com mais de 44 perguntas baseadas no perfil de colaboradores top performances;
  • avaliar a cultura, com 57 afirmações para apontar um mapeamento prático;
  • avaliar o perfil do candidato, selecionando características que o Grupo gostaria de ver nos candidatos, como etnia, situação socioeconômica, vulnerabilidade e estrutura familiar.

No final, o sistema gerou um perfil com os resultados mapeados pelo aplicativo. Olha o feedback de um dos recrutadores:

“O Taqe permite não apenas filtrar candidatos, mas gerar um ranking de acordo com diferentes critérios e pesos. Atribuímos pesos para critérios como etnia, LGBTQIA+, entre outros, de forma que pessoas que já tinham bons perfis pudessem figurar no topo do ranking.”

3. Lógica

Para afunilar ainda mais o processo e encontrar o match perfeito, também foi aplicado um teste de lógica. Os candidatos participaram de desafios e perguntas dentro do próprio aplicativo para demonstrar a capacidade de resolver problemas. Com isso, o algoritmo do Taqe cruzou as informações e liberou a vaga para os usuários que combinavam critérios como português, lógica, geolocalização, escolaridade e idade.

4. Vídeo

Depois de se candidatar a uma das vagas apresentadas, em áreas diversas como tecnologia, vendas, recursos humanos e marketing, por exemplo, o candidato era convidado a gravar um vídeo de 3 minutos, totalmente às cegas (método de recrutamento que desconsidera dados que estão fora de contexto e garante a imparcialidade), contando sua história, principais desafios e experiências de vida. 

Foram atribuídas pontuações para as competências comportamentais mais relevantes para o Grupo, como resiliência, trabalho em equipe, entre outros.

5. Movile Experience Online

Finalmente, os candidatos aprovados nas etapas consideradas iniciais foram convocados a participar do Movile Experience Online, uma imersão ao vivo recheada de desafios para resolver um case proposto pela Movile. 

Esse convite foi enviado com 10 dias de antecedência, criando muita expectativa nos candidatos. 

Veja os depoimentos de alguns dos participantes:

"Depois de um tempo me desenvolvendo e sonhando com a possibilidade de viver uma experiência de estágio numa organização de sucesso, tenho a alegria de compartilhar com vocês que: Passei no processo seletivo do programa de talentos do Grupo Movile e serei estagiário do Mobile Dream 2021! Estou encantado com a qualidade do processo seletivo e com tudo que pude perceber sobre a cultura da Movile ao longo desses últimos meses." — Caique Almeida.

"Apliquei pra diversos processos seletivos, porém, nenhum processo me encantou tanto quanto o da Movile . Foi um processo extremamente humanizado, fiquei completamente imersa e me apaixonei pela cultura! Parecia tão certo… Hoje posso finalmente gritar aos quatro ventos que, dentre 26 mil candidatos, eu fui uma das escolhidas para ser uma DREAMER 2021." — Adriene Barbosa.

“Sou uma Dreamer 2021, e com muito orgulho!!! Essa semana começa minha jornada na PlayKids e no programa Mobile Dream 💜💜💜 Gratidão é tudo o que define esse momento, fazer parte do ecossistema da Movile e partilhar do sonho de impactar a vida de 1 bilhão de pessoas não tem preço!!! Obrigada a todos(as) que fizeram parte do processo e me ajudaram a todo momento.” — Naiara Diniz.

“Participar do Mobile Dream foi, sem dúvida, a melhor experiência da minha vida. Um programa humano, inovador, inspirador, que nos mostra que meritocracia existe sim e ser aprovada para fazer parte deste ecossistema é a realização de um sonho de quase 10 anos.” — Samantha Vieira.

“Eu sou uma em 26 mil e em todo momento fui tratada como única. Sou eternamente grata ao Grupo Movile por tantas oportunidades incríveis. O Mobile Dream transforma vidas de fato. Inclusão e diversidade são reais.” — Juliana Carvalho.

“Foram dias de testes, dinâmicas, entrevistas que, junto com a ansiedade gerada, se tornaram uma experiência inesquecível. E o melhor de toda essa jornada, com certeza, foi receber a notícia da minha aprovação.” — Alain Gauthier Ndamwey.

“Mesmo no começo as etapas eram totalmente pensadas nos candidatos e, quando chegou a gora do case, não foi uma simples dinâmica. Eles prepararam uma imersão gigantesca, com grupos no Discord para interação com outros candidatos e Dreamers de outros processos, pessoas de todas as empresas lá para tirar dúvidas. No final das dinâmicas, tivemos um bate-papo com pessoas extremamente inspiradoras do grupo, além de uma palestra de humor e minutos de meditação guiada. Tudo para nos deixar ainda mais confortáveis e entendermos que estar ali já era uma vitória, pois éramos 0,04% de mais de 26 mil inscritos. As entrevistas que seguiram foram as melhores que já tive na vida. Todos os entrevistadores foram educados e nem parecia que eu estava sendo avaliada. Era totalmente uma conversa sobre sonhos. Meses depois a resposta veio, e foi um sim. Estou extremamente feliz e grata. Muito obrigada Movile por fazer um processo tão diferenciado e humano, e agora posso dizer que faço parte de um ecossistema magnífico e vou me tornar Foodlover no iFood.” — Camila Beatriz.

6. Entrevistas com RH

Os candidatos que foram aprovados no Mobile Experience Online deram continuidade ao processo, partindo para a fase de entrevistas online com RH. Nessa etapa, várias empresas do Grupo Movile participaram, formando um super time de Recursos Humanos.

7. Entrevistas com líderes

Na última etapa do processo, os candidatos aprovados nas entrevistas com o RH foram selecionados para conversar com o gestor responsável. Líderes da empresa do Grupo Movile também participaram dessa fase.

8. Propostas e início

Finalmente, a empresa que deu o maior match com o candidato fez sua proposta para integrá-lo ao time. Aliás, por serem muitas companhias, eles tiveram a chance de receber mais de um convite. Pronto! Objetivo alcançado.

Resultados surpreendentes: mais de 75% dos candidatos qualificados eram diversos

Analisando os resultados, fica evidente como o Taqe contribui para gerenciar uma base gigantesca de talentos, proporcionando uma triagem eficiente baseada nos critérios da empresa e agilizando o tratamento de dados por meio dos dashboards e rankings dos perfis. 

Claro, tudo isso sem obrigar os candidatos a passar por processos longos, burocráticos e desgastantes, nem adotar critérios preconceituosos sobre gênero, aparência física, grau de instrução e coisas do tipo.

Confira os principais resultados:

  • Mais de 25 mil candidatos participaram do processo.
  • 785 passaram para a etapa de dinâmica de grupo, onde 89% compareceram e 62% foram aprovados. 
  • Para as vagas de estágio, 78% dos talentos eram diversos.
  • Para o Talent, 90% tinham essas características. 

Resumindo, a meta inicial de ter 70% de diversidade no Programa Movile Dreams foi batida em mais de 75%! Depois disso, todos os Movilianos e Movilianas foram recebidos num onboarding humanizado permitindo ter:

  • contato com a cultura organizacional;
  • troca de experiências com os líderes e os colegas;
  • treinamentos sobre desenvolvimento pessoal.

Com isso, a avaliação do onboarding mostrou que todas as expectativas foram superadas. Os índices de satisfação foram:

  • experiência remota: 9,7/10
  • suporte Academia Movile: 9,9/10
  • atividades assíncronas: 9,5/10
  • kit onboarding: 9,9/10

Por fim, o índice de satisfação final ficou em 9,9!

Contar com uma boa solução para recrutamento e seleção faz toda a diferença no match do candidato, principalmente quanto existe alta demanda de vagas. Com o Taqe, você ainda consegue obter esses resultados num processo totalmente online, contribuindo para encontrar candidatos qualificados e compor um time incrível, com diversidade e inclusão.

Conte com o Taqe você também! Agende uma demonstração gratuita com um dos nossos especialistas e deixe nossa solução inovar seu processo seletivo!

Topics: Recrutamento e seleção, Processo Seletivo

Nova call to action