Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

Soft Skills: o que são, qual a importância e como identificá-los

Ana Maria Correa

Introdução

O perfil de um profissional é uma das questões centrais da avaliação em um momento de recrutamento e seleção. No entanto, já se foi o tempo em que a gestão de pessoas considerava apenas a formação ou o nível de conhecimento técnico. Atualmente, é preciso saber identificar e acompanhar as soft skills.

Essas são habilidades mais difíceis de medir e de ensinar, mas que também oferecem um grande efeito nos resultados. Quando são avaliadas desde o momento do recrutamento e seleção, apresentam muitas vantagens para o negócio.

Para aproveitar essas capacidades da melhor maneira, descubra o que são essas características e saiba como identificá-las!

O que são soft skills?

Também conhecidas como competências interpessoais ou comportamentais, as soft skills são essenciais no mercado de trabalho. Elas envolvem capacidades subjetivas de atuar de acordo com os objetivos da empresa e de cada processo.

Normalmente, as soft skills são uma combinação de outras habilidades de relacionamento interpessoal, atitudes e visão de atuação. Como estão ligadas à personalidade ou aos hábitos, interferem diretamente nos resultados obtidos por um negócio.

Qual a diferença entre soft skills e hard skills?

Já as hard skills são as competências técnicas, como conhecimentos sobre processos ou questões específicas. A principal diferença para as soft skills tem a ver com a capacidade de ensinamento e de mensuração. É possível medir o quanto um colaborador sabe sobre uma prática, mas não dá para definir, em números, sua habilidade de comunicação, por exemplo.

Na maioria dos casos, as hard skills são aprendidas por meio de cursos, graduações e outros mecanismos de qualificação. Já as competências comportamentais são desenvolvidas com prática e consistência.

Por que as soft skills são importantes para a empresa?

Um profissional não é feito apenas de capacidades técnicas e conhecimentos “formais”. Sua atuação no cotidiano também depende de certas habilidades sociais e comportamentais e é por isso que as soft skills são tão relevantes. Com atenção à contratação nesse sentido, é possível atingir os objetivos de negócio com maior facilidade.

Além disso, há outros aspectos que demonstram por que essas habilidades são tão importantes. Veja quais são os seus maiores benefícios!

Aumento do desempenho

Tais capacidades comportamentais influenciam diretamente o modo de trabalho e permitem alcançar resultados estratégicos. Quando os colaboradores têm as características necessárias, há mais integração, atendimento aos objetivos e performance organizacional.

Melhoria da satisfação dos clientes

Até mesmo o público externo é afetado, positivamente, pelas soft skills. Colaboradores que apresentam as características comportamentais certas, normalmente, prestam um atendimento melhor, mais empático e de alta qualidade. Isso faz com que as pessoas tenham uma impressão positiva do negócio, com aumento de satisfação.

Retenção de talentos

Dar atenção às soft skills desde o momento da contratação é indispensável para criar times coesos, consistentes e produtivos. Graças às habilidades interpessoais e de relacionamento, o clima organizacional é favorecido, assim como a motivação. Na prática, é algo fundamental para reforçar a retenção de talentos.

Adaptação ao mercado

As empresas atuais precisam ser dinâmicas para que possam se adaptar às novas necessidades. Mais que apenas ter conhecimentos técnicos, é imprescindível ter uma equipe com inteligência emocional e outras qualidades comportamentais. Com as soft skills certas, portanto, é possível se adaptar ao mercado e atender às demandas do futuro.

Quais as soft skills mais importantes para um profissional?

Cada vaga e forma de atuação exigem qualidades específicas dos colaboradores — tanto em termos de conhecimento, quanto sobre capacidades comportamentais. No entanto, algumas habilidades são especialmente necessárias no cenário atual. Entre as mais importantes, estão:

  • resolução de problemas.
  • proatividade e iniciativa;
  • comunicação;
  • trabalho em equipe;
  • inteligência emocional;
  • empatia;
  • propósito de atuação;
  • flexibilidade;
  • capacidade de adaptação;
  • automotivação;
  • liderança;
  • gerenciamento do tempo;
  • comprometimento;
  • criatividade e pensamento lateral;
  • habilidades interpessoais e
  • persistência.

Outras competências são desejáveis em contextos específicos e, em qualquer situação, cada uma tem o seu peso. Por isso, cabe à gestão de pessoas mapear corretamente o que é mais relevante.

Nova call to action

Como identificar as soft skills durante o recrutamento e seleção?

Apesar de essas habilidades não serem mensuráveis como as hard skills, elas devem ser mapeadas e identificadas adequadamente. No processo de recrutamento e seleção, isso é ainda mais importante, já que facilita a escolha do talento adequado para cada posição disponível.

Nesse momento, algumas técnicas oferecem resultados satisfatórios, tornando a gestão de pessoas mais efetiva. Confira quais são os principais métodos!

Metodologia DISC

A metodologia DISC ajuda a medir quatro comportamentos principais:

  • dominância (D);
  • influência (I);
  • estabilidade (S) e
  • conformidade (C).

Com a aplicação do método, é possível identificar qual é o perfil dominante do profissional e, portanto, quais são suas fraquezas e suas dificuldades. Ao associar essa técnica a outros métodos de reconhecimento, dá para ter uma visão ampla sobre o candidato.

Dinâmicas de grupo

Dependendo da análise desejada, vale a pena realizar dinâmicas de grupo, já que isso permite reconhecer características como comunicação ou trabalho em equipe. Inclusive, é uma boa oportunidade para aplicar testes de perfil comportamental e ter uma ideia clara das qualidades do colaborador.

Uso de softwares

A tecnologia é especialmente relevante nesse processo e ajuda a gestão de pessoas no mapeamento de soft skills. Com a ajuda de recursos como a inteligência de dados, a gamificação e plataformas completas, é possível entender as qualidades dos profissionais. Desse modo, é essencial para encontrar novos talentos com as competências desejadas.

Entrevista estratégica

Durante a entrevista de recrutamento, há uma ótima oportunidade de identificar se uma pessoa realmente tem as qualidades necessárias. Para isso, é preciso elaborar as perguntas certas, com situações passadas ou simulações que envolvam algumas habilidades comportamentais. Dependendo da resposta do candidato, é possível ter uma ideia quanto ao seu perfil.

Como desenvolver soft skills na equipe?

Após identificar a presença (ou a falta) de certas habilidades comportamentais, é indispensável entender como desenvolvê-las. Dessa maneira, a gestão de pessoas consegue oferecer o que é necessário para os setores e para as posições organizacionais. Na sequência, veja como acertar no desenvolvimento.

Mapeie as necessidades dos colaboradores

Para criar um bom plano de desenvolvimento, vale entender quais são as necessidades e deficiências quanto às soft skills. Cabe à gestão de pessoas fazer uma avaliação para reconhecer do que as profissionais sentem falta, quais são as demandas dos setores e qual é o grau de habilidade atual. Assim, é possível criar um plano adequado para a atuação de cada um.

Planeje atividades e treinamentos específicos

Ainda que não seja viável ensinar inteligência emocional ou empatia como qualquer conhecimento técnico, há como executar treinamentos nesse sentido. A elaboração de dinâmicas, workshops ou mesmo cursos voltados para essas habilidades é muito bem-vinda e promete levar a resultados melhores.

Estabeleça a cultura de feedback

É importante que os profissionais saibam quando fazem progresso, especialmente sobre algo que não é exatamente quantitativo. Por isso, cabe à gestão de pessoas fortalecer uma cultura de feedback, como por meio de avaliações pontuais sobre certas habilidades ao longo do tempo.

Conclusão

As soft skills são essenciais no contexto atual e devem ser identificadas desde o começo, ainda no processo de recrutamento e seleção. Com o desenvolvimento adequado dessas capacidades, tanto o negócio quanto os colaboradores poderão atingir resultados melhores e até os clientes serão beneficiados.

Para ter um apoio essencial por parte da tecnologia nessa análise, solicite uma demonstração gratuita da Taqe e veja como podemos ajudar!

Topics: Recursos Humanos, Recrutamento e seleção, Gestão de pessoas

Nova call to action

Conteúdo exclusivo sobre RH! Inscreva-se:

Últimos Posts