Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

Como desenvolver um forte relacionamento entre CEO e CHRO

Recentemente, enquanto eu estava ouvindo ESPN Chicago 1000 AM , Billy Donovan, o novo treinador principal do Chicago Bulls, disse algo que ressoou imediatamente em mim. Quando questionado sobre por que aceitou o cargo, Donovan detalhou suas conversas com Arturas Karnisovas, o vice-presidente executivo dos Bulls. De acordo com Donovan, Karnisovas disse que estava procurando uma parceria, alguém com quem pudesse trabalhar. 

Donovan também mencionou que Karnisovas foi aberto, honesto e transparente sobre o que estava procurando em um novo treinador e como ele queria compartilhar a visão estratégica e a missão de reconstruir um time de basquete icônico e uma marca. Nesse ponto, Donovan estava dentro e, apesar de saber que esse seria um desafio assustador, Donovan sabia que não poderia dizer não para trabalhar com alguém que compartilhava sua missão e valores. 

Ao ouvir essa narrativa, o paralelo entre a experiência de contratação de Donovan e a mágica que pode acontecer entre um grande CEO e o CHRO se tornou bastante claro. A questão então é: como os CEOs farão para transmitir essa mensagem aos candidatos CHRO estelares e, por sua vez, como os CHROs sabem como reconhecer essas oportunidades quando elas aparecem?

A primeira coisa que um CEO deve fazer ao procurar um CHRO talentoso é deixar claro como ele vê essa contratação e a missão à frente. Mostre ao candidato como ele será tratado como um verdadeiro parceiro. Esquematize a estratégia e como essa função será parte integrante de sua execução. Reserve um tempo para responder a todas e quaisquer perguntas que o candidato tenha de uma maneira cuidadosa. 

No caso acima, Donovan e Karnisovas tiveram algumas conversas de acompanhamento para acertar todos os detalhes. Além disso, certifique-se de que a equipe de entrevista esteja alinhada e aberta sobre onde estão as áreas de necessidade e o que o candidato traz para a mesa como um parceiro estratégico para ajudar a impulsionar essas pessoas e questões de negócios. Seja transparente, ouça e responda com cuidado.

Como um CHRO em busca da próxima grande oportunidade, encontrar um CEO que o veja como um parceiro da missão e estratégia centrais da empresa é vital para sua busca. Então, como você determina aqueles que realmente significam isso e aqueles que não podem? Primeiro, certifique-se de que eles estão definindo o tom de ser uma equipe - esta deve ser uma das primeiras coisas que você mencionará. 

Em segundo lugar, que tipo de perguntas eles estão fazendo a você? Eles são mais táticos, estão focados apenas na área de Recursos Humanos ou são questões maiores, mais estratégicas e holísticas sobre como você pode assumir riscos e ampliar os negócios? Todas essas são boas dicas para descobrir como eles veem a posição do CHRO - e você.

Construir uma grande equipe é sem dúvida a coisa mais importante que um CEO pode fazer para ajudar a executar sua missão. Investir em um CHRO superstar ajudará a impulsionar a missão e a estratégia, atraindo ótimos candidatos e garantindo que eles tenham uma ótima experiência. 

O CHRO pode ajudar a elevar a marca, ampliar a cultura e desenvolver uma estratégia vencedora de talentos. Para tornar isso uma realidade, um CEO deve construir confiança desde o início e criar um vínculo e parceria na fase de entrevista. Isso é algo que Arturas Karnisovas entendeu quando voou para encontrar Billy Donovan em seu horário. Expressar confiança e parceria foi o suficiente para convencer um dos mais respeitados técnicos de basquete a se juntar a um time de basquete em dificuldades. 

Bons líderes sabem que uma boa equipe confia uns nos outros e cumpre uma missão compartilhada - na quadra ou fora dela. 

Artigo original

Topics: Recursos Humanos, Gestão de pessoas

Nova call to action