Agende uma Demo >

O Maior Hub de RH do Brasil | Taqe

Nova call to action

Quatro pilares da comunicação em tempos de caos

Renan Macrini

Em tempos de incerteza no local de trabalho, todos buscam tranquilidade no RH para agir. Como Bill Gates disse em seu livro Business at the Speed ​​of Thought, "Como um ser humano, uma empresa precisa ter um mecanismo de comunicação interna e um 'sistema nervoso' para coordenar suas ações".

Esperamos que a ordem seja tomada, mesmo quando enfrentamos as mesmas tensões e medos que nossos colegas. Também temos o desafio adicional de ser virtual e planejar um futuro local de trabalho que nunca vimos antes. Um em que a configuração de nosso escritório parece diferente, em que precisamos implementar novos protocolos, criar novas políticas de viagens, reorganizar as plantas dos escritórios e muito mais.

Então, como fazemos tudo isso? Focar nos princípios fundamentais da comunicação ajuda a priorizar as necessidades imediatas e as metas de longo prazo. Os pilares que gostaríamos de sugerir são: empatia, educação, engajamento e avaliação.

Empatia

Todo mundo tem diferentes necessidades e mecanismos de enfrentamento para equilibrar o novo normal da vida profissional. Muitos funcionários estão em teleconferências enquanto gerenciam o ensino em casa, fazem verificações de bem-estar com amigos e familiares e assistem à diminuição das contas de aposentadoria. Repita isso todos os dias por semanas a fio, e esse estresse pode levar a desmotivação e problemas de saúde mental.

O check-in com os funcionários, seja por e-mail ou telefone, pode percorrer um longo caminho. Todos nós podemos mostrar atos simples de bondade, seja incentivando uma mãe ou um pai que está lutando, verificando os membros da equipe que sofrem de isolamento ou até enviando lembretes diários de bem-estar para sair e tomar um ar fresco.

Nos bastidores, o RH também trabalha diretamente com a liderança para ajudá-los a entender o impacto pessoal que a situação tem sobre nossas equipes e nossos negócios. Fornecemos as anedotas e os dados necessários para mantê-los sintonizados e empáticos com a situação, enquanto compreendemos os desafios dos negócios. Em tempos de crise, é importante priorizar a escuta, pois pode ter um grande impacto no moral e ajudar a orientar planos futuros para melhorias na força de trabalho.

Educação

Informação e educação são particularmente importantes na construção da confiança. Agora não é hora de obstruir ou adoçar. É importante manter um fluxo consistente de informações e fornecer o máximo de recursos de suporte possível. Há mudanças nas políticas ou benefícios que você precisa transmitir? Mudanças nos procedimentos do escritório? Você tem recursos que ajudarão os funcionários com o bem-estar pessoal? Comunique-se com frequência e de uma maneira que os funcionários provavelmente revisarão e reterão essas informações.

Se você criar um novo site de recursos da empresa, realizar reuniões individuais ou enviar e-mails diários ou atualizações de texto, forneça fatos e mantenha as linhas de comunicação abertas. Isso cria um fluxo de informações positivo e confiável, que deixa menos espaço para erros de interpretação e maior produtividade de uma equipe mais consciente e otimista.

Comece pequeno com uma atualização diária de e-mail, que inclui as três principais coisas que os funcionários precisam saber para o dia ou os links para novos recursos. Isso fará com que todos tenham o hábito de esperar essa comunicação todos os dias, e assegurará a eles que o RH não está subitamente escurecendo. Comunique-se mesmo quando não tiver todas as respostas. Isso demonstra sua preocupação e compromisso com a resolução de quaisquer necessidades que eles tenham e abre as portas para feedback.

Engajamento

Todos nós tínhamos curtos períodos de atenção antes e, com o atual ato de malabarismo, é ainda mais difícil se concentrar. Aceite que a produtividade cairá por um tempo. Quando chegar aos check-ins, fale sobre quais tarefas e objetivos parecem realistas nas situações atuais.

Defina uma nova linha de base de expectativas e capacite os trabalhadores a manter ou melhorar essas expectativas a cada semana. Realizar a menor tarefa, como limpar uma caixa de entrada, organizar arquivos ou fazer uma lista de tarefas para amanhã é um passo na direção certa. Uma vez que eles realizam tarefas menores, podem começar a pensar nas tarefas maiores. Colocar as necessidades de seus funcionários em primeiro lugar os ajudará a se sentir mais apoiados e mais engajados no trabalho em questão.

O humor ajuda a reduzir o estresse e também envolve. Às segundas-feiras, pode-se enviar a equipe um e-mail motivacional e, toda sexta-feira, compartilho um meme ou citação divertida para agradecer o trabalho árduo e ajudar no início do fim de semana. Isso ajuda a se envolver em um nível mais humano e mantém as coisas leves, apesar da dificuldade da situação. Os líderes de RH devem garantir que essas conexões valiosas sejam estabelecidas pelos gerentes e mantidas ao longo desta crise e no futuro.

Avaliação

Por fim, seja proativo ao pedir feedback. Isso demonstra à sua equipe que você se preocupa com as necessidades deles e está tentando ativamente melhorar as coisas. Destaque áreas em que a empresa está indo bem, mas pergunte onde você precisa fazer mais. O que eles desejam que possam mudar sobre o trabalho aqui? Existem benefícios que você não fornece que eles precisam? Agora não é hora de ignorar a experiência do funcionário e seu impacto nos níveis de engajamento.

Para citar o falecido Sydney J. Harris, "As duas palavras 'informação' e 'comunicação' são frequentemente usadas de forma intercambiável, mas significam coisas bem diferentes. A informação está sendo divulgada; a comunicação está sendo cumprida".

Em uma crise, não basta apenas divulgar as informações. Você precisa ter certeza de que está realmente chegando à sua força de trabalho. O planejamento pode ajudá-lo com o primeiro, mas somente você pode garantir que o último traga calma ao caos.

Fonte: Forbes.com

Topics: Recursos Humanos, Gestão de pessoas

Nova call to action

Conteúdo exclusivo sobre RH! Inscreva-se:

Últimos Posts